Modelagem de linguagem assistida e necessidades complexas de comunicação: uma revisão de escopo e perfil da prática de profissionais

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2023-02-27
Autores
Sella, Karina Rizzardo
Orientador
Amato, Cibelle Albuquerque de La Higuera
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Assis, Silvana Maria Blascovi de
Montenegro, Ana Cristina de Albuquerque
Programa
Distúrbios do Desenvolvimento
Resumo
As Necessidades Complexas de Comunicação em crianças são determinadas por múltiplos fatores que impactam o desenvolvimento infantil. Quando nos deparamos com dificuldades importantes, independente de qual seja a causa, observamos que empregar esforços para entender aquilo que está sendo dito pela criança nem sempre é suficiente, reflexo de uma fala com sérias limitações ou da ausência de uma fala funcional. De modo geral, é o uso da Comunicação Aumentativa e Alternativa (CAA) que pode conferir a estes indivíduos possibilidades de desenvolver e expressar suas habilidades sociolinguísticas de maneira funcional e eficaz. Ao longo dos anos, estudos e pesquisas modificaram conceitos, ampliaram recursos e estratégias para que as intervenções nesta área pudessem cada vez mais atender às demandas de comunicação dos seus usuários e eles, as demandas do ambiente. Atualmente, a modelagem de linguagem tem sido frequentemente associada a efeitos positivos no desenvolvimento das habilidades de comunicação e na melhora da compreensão linguística em crianças com necessidades complexas de comunicação e usuárias de recursos de CAA. Reconhecendo a importância deste tema, esta pesquisa tem como objetivos apresentar por meio de uma revisão de escopo, pressupostos teóricos e evidências existentes na literatura sobre intervenções que utilizam a Modelagem de Linguagem Assistida junto a crianças com Necessidades Complexas de Comunicação e usuárias de CAA. Além disso, irá apresentar os resultados da pesquisa realizada com uma amostra de 57 diferentes profissionais das áreas da saúde e educação, feita por meio da aplicação de um questionário multidisciplinar, que tinha como objetivo conhecer e descrever qual o perfil de utilização prática desta técnica. Os resultados da revisão nos mostram que há em literatura estudos sobre a efetividade da modelagem, mas que reconhecem sobre a melhora da comunicação nestes casos estar intimamente relacionada a diferentes fatores, como as oportunidades de comunicação oferecidas à criança, sendo a modelagem mais um dos vários componentes da intervenção. A análise da pesquisa realizada com a amostra de profissionais, indicou que a utilização da modelagem parece estar mais relacionada a prática daqueles que lidam diretamente com intervenções em linguagem e com a introdução de recursos de CAA, como fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e educadores.
Descrição
Palavras-chave
modelagem de linguagem assistida , necessidades complexas de comunicação , modelagem em comunicação alternativa e ampliada
Citação