As transformações dos espaços de comércio e as novas relações entre o espaço físico e o consumidor

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2023-08-14
Autores
Pedrotti, Nayara Pires
Orientador
Caldana Junior, Valter Luis
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Campagner, Larissa Garcia
Rubio, Viviane Manzione
Oliveira, Adriana Lima de
Paiva, Lincoln
Programa
Arquitetura e Urbanismo
Resumo
As recentes mudanças tecnológicas têm modificado a maneira de consumir, vender e produzir. Antes, para obter algo de desejo era necessário deslocar-se para adquirir as coisas; agora, as coisas chegam sem que haja necessariamente um deslocamento físico. Nesse sentido, a evolução tecnológica pode estar alterando as interações sociais, os estilos de vida, a experiência e a configuração dos espaços físicos de loja, além disso, após o cenário pós pandemia, os novos hábitos de consumo e comportamentos. É possível que o comércio tenha sido beneficiado pelas tecnologias digitais, pois permitiu que os produtos possam ser vendidos em maior escala, com mais lucratividade e menor custo. Por outro lado, sugere-se que a transformação imposta pelas novas tecnologias ao comércio, considerando que nos últimos anos, com a consolidação da conectividade plena e o crescimento do comércio online houve uma profunda alteração nos hábitos de consumo e, por consequência, na localização e na organização espacial das lojas de varejo, seria possível se observar que, neste momento, já é possível se perceber uma segunda transição, onde as lojas físicas passam por mais uma alteração, portanto, a transformação imposta pelas novas tecnologias ao comércio alteram o uso, materialidade, percepção sensível, cenário, layout, e estabelece novas relações entre o espaço físico e o consumidor. O problema de pesquisa se delineia a partir de dois questionamentos, entre eles: As tecnologias virtuais e comércio online estão transformando os espaços de comércio físico, sendo assim “como” estão se dando essas transformações e “quais” são as grandes alterações do espaço físico comercial derivadas de novas práticas de comércio virtual? O objetivo dessa pesquisa é compreender como estão se dando as transformações e quais as grandes alterações do espaço físico comercial derivadas de novas práticas de comércio virtual, devido ao descompasso entre os hábitos de consumo e as transformações efetivas nos espaços de comércio físico. Inicialmente o recorte do estudo iniciou no período que inicia a popularização da internet no Brasil, sendo este os anos 2000, até o ano que antecede a chegada da pandemia de Coronavírus no Brasil, ano de 2019, entretanto, ao longo da pesquisa e após o cenário da pandemia, obteve-se a sensibilidade em reconhecer que por obvio os espaços estavam se transformando, e então o trabalho teve a iniciativa e sensibilidade de estender o recorte para 2023, já que ouve um rearranjo dos novos comportamentos e hábitos de consumo. Acredita-se que o comércio sempre se transformou e não foi em função da pandemia que está se transformando, o que houve foi uma disrupção forçada e possivelmente um ponto de inflexão na curva de evolução e ascendência do comércio virtual sobre o comércio físico, que ficou ainda mais inclinada do que anteriormente. Portanto, o método utilizado para o desenvolvimento dessa pesquisa será “indutivo exploratório”, tendo em vista que se busca considerar o conhecimento baseado em experiência, assumindo de forma geral, pesquisas bibliográficas, coleta de dados, estudos de casos, análises críticas e observação dos fenômenos.
Descrição
Palavras-chave
espaço de comércio , transformações tecnológicas , loja , lojas físicas , lojas virtuais
Citação