Avaliações de justiça no mercado de trabalho: uma análise da influência do contexto nos julgamentos que trabalhadores de empresas brasileiras fazem sobre decisões ou ações dos empregadores

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2022-02-16
Autores
Rocha, Rafael Gonçalves da
Orientador
Muramatsu, Roberta
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Scarano, Paulo Rogério
Campanhã, Camila
Programa
Economia e Mercados
Resumo
Esta dissertação busca avaliar se o contexto ou moldura decisória exerce influência no julgamento de justiça em trabalhadores de empresas brasileiras. É pressuposto que as considerações de justiça (fairness) são relevantes na relação cooperativa entre trabalhadores e empregadores, uma vez que os indivíduos possuem preferências por atitudes justas e rechaçam as atitudes injustas. Mais precisamente, argumenta-se que o efeito de enquadramento (framing effect, do original) pode ajudar a explicar de alguma maneira por que ações tomadas pelas empresas, relacionadas a salários, benefícios, contratações ou demissões, podem ser ora incompreendidas, ora aceitas, mesmo quando os resultados finais sejam essencialmente iguais. Desta forma, a fim de investigar empiricamente estes elementos comportamentais, foi aplicado um questionário de avaliação de justiça que contava um total de 16 questões, relacionadas à 8 tarefas decisórias que continham, cada uma, 2 questões, sempre compostas por situações de ganhos e perdas relativas, respectivamente. Tais tarefas decisórias tratavam-se de cenários que eram submetidos aos participantes da pesquisa de modo que eles deveriam avaliar cada questão por meio de uma escala Likert, com 5 opções, desde muito injusto até muito justo. A pesquisa obteve, ao todo, 372 respondentes. Assim como na pesquisa de Kahneman, Knetsch e Thaler (1986a) as respostas revelaram que as considerações de justiça (e as normas sociais que elas suscitam) dependem de como os indivíduos percebem os contextos nos quais eles estão inseridos. Além disso, os trabalhadores avaliaram as ações de modo injusto quando percebem que há alguém tirando proveito de uma situação ou há intencionalidade envolvida. Por outro lado, os mesmos trabalhadores consideram justos cortes de salários, reduções de benefícios ou demissões quando eles percebem contextos de dificuldades para as empresas, revelando escolhas baseadas em normas de colaboração recíproca.
Descrição
Palavras-chave
justiça , considerações de justiça , economia do trabalho , economia comportamental , efeito de enquadramento , normas sociais
Citação