Filosofia - TCC – CEFT Higienópolis

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 4 de 4
  • TCC
    A residência Pedagógica\Mackenzie apresentada à luz das categorias de Marli André: um relato de experiência
    Cabrera , Jennifer Andressa da Silva (2022-07-29)

    Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)

    Este trabalho tem como seu objetivo revisitar a trajetória do projeto interdisciplinar entre filosofia e pedagogia da Residência Pedagógica promovida pela CAPES, no curso de filosofia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na qual, foi desempenhada à luz das categorias de Marli André. A autora preocupada com as questões do cotidiano escolar em especial do 1° ano, se propõe a analisar os estudos etnográficos realizados, e para tanto, nos apresenta como essências três dimensões sendo elas: institucional/organizacional, institucional/pedagógica e filosófica/histórica/epistemológica. Este trabalho utiliza-se em especial de duas categorias institucional/organizacional, institucional/pedagógica apresentadas pela autora para reviver vivências, experiências e aprendizados ocorridos ao longo dos processos interdisciplinares e transdisciplinares realizados no período de 2019 ao longo de sua jornada e sua participação na Residência Pedagógica.
  • TCC
    A Serpente e o Sol: análise comparativa entre o Absurdismo de Camus e a resposta de Nietzsche ao Niilismo
    Sapsezian, Daniel Giannaccini (2022-12-28)

    Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)

    O presente trabalho propõe analisar a filosofia absurdista de Albert Camus e comparar uma das respostas ao fenômeno do absurdo, descrita por Camus, com a resposta de Friedrich Nietzsche ao niilismo. Primeiro, realiza-se uma explicação do contexto filosófico de Camus & Nietzsche, que possui como tema central o abandono das validações dos motivos de vida e justificação dos valores por intermédio de um conjunto de valores superiores, principalmente Deus. Em seguida, será demonstrado, tanto pelo uso de ambos autores quanto de Jean-Paul Sartre, como a morte de um Deus fundamentador resulta em uma angústia da justificação, uma vez que impõe ao ser uma liberdade da autojustificação, que gera uma sensação de responsabilidade, que por si é responsável por uma crise existencial. Diante de tal crise, efetua-se a análise das obras de Camus acerca do absurdismo, uma filosofia que discute a fundamentação existencial diante da impossibilidade do conhecimento real acerca do mundo, por meio da análise de suas teorias e dos seus romances com teor absurdo. Finalmente, as ideias de Nietzsche sobre o problema do niilismo, por meio das suas obras teóricas e uma obra de ficção, irão ser comparadas com o confronto com o absurdo e suas respostas a tal dilema, o super-homem e o eterno retorno, serão apontadas como uma fuga da condição absurda, relacionando o niilismo, analisado por Nietzsche, como uma face do absurdo.
  • TCC
    A residência pedagógica\Mackenzie apresentada à luz das categorias de Marli André: um relato de experiência
    Cabrera, Jennifer Andressa da Silva (2022)

    Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)

    Este trabalho tem como seu objetivo revisitar a trajetória do projeto interdisciplinar entre filosofia e pedagogia da Residência Pedagógica promovida pela CAPES, no curso de filosofia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na qual, foi desempenhada à luz das categorias de Marli André. A autora preocupada com as questões do cotidiano escolar em especial do 1° ano, se propõe a analisar os estudos etnográficos realizados, e para tanto, nos apresenta como essências três dimensões sendo elas: institucional/organizacional, institucional/pedagógica e filosófica/histórica/epistemológica. Este trabalho utiliza-se em especial de duas categorias institucional/organizacional, institucional/pedagógica apresentadas pela autora para reviver vivências, experiências e aprendizados ocorridos ao longo dos processos interdisciplinares e transdisciplinares realizados no período de 2019 ao longo de sua jornada e sua participação na Residência Pedagógica.
  • TCC
    A questão do ressentimento na filosofia de Nietzsche
    Oliveira, Tarcísio Martins de (2021)

    Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)

    No presente artigo, pretende-se realizar uma investigação do papel do ressentimento na criação de valores e suas implicações para a saúde do homem. Para Nietzsche, o ressentimento não é apenas um sentimento, mas sim, um fenômeno sociopsicológico, no qual seres humanos incapazes de lidar com a própria fraqueza, alimentam dentro de si sentimentos negativos em decorrência de sua finitude frente à própria existência. Como um filósofo/psicólogo Nietzsche analisa a influência e as consequências do ressentimento sobre a moral moderna, sobre o indivíduo e à sociedade. Este trabalho segue o mesmo percurso percorrido pelo nosso autor: fez-se preliminarmente uma análise da dupla origem dos valores morais; em seguida pretendeu-se fazer um levantamento do perfil psicológico do “tipo senhor” e do “tipo escravo” e suas características e, por fim, uma abordagem nietzschiana sobre os impactos do ressentimento para a sociedade e seu projeto filosófico de superação do ressentimento – a grande saúde. Tendo como base os apontamentos trazidos pelo filósofo alemão, o presente artigo busca compreender os significados e os desdobramentos do ressentimento sobre a saúde do homem e sobre todo o processo civilizatório.