O fenômeno e-éthos no universo digital: por uma educação mais ubique

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2022-08-05
Autores
Menezes, Mônica Maria Penalber de
Orientador
Bastos, Neusa Maria Oliveira Barbosa
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Brito, Regina Helena Pires de
Alegretti, Sônia Maria de Macedo
Batista, Ronaldo de Oliveira
Santos, Nadir Chagas Ribeiro dos
Programa
Letras
Resumo
Este trabalho está vinculado à linha de pesquisa Língua, literatura e sociedade: discurso na comunicação, discurso religioso, discurso pedagógico, discurso político, do Programa de Pós Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Tem como tema entender a importância de uma educação mais ubique, contando com o apoio da CAPES/PROEX e trazendo como hipótese verificar a ocorrência de dois éthe no universo digital: um projetado e outro manifestado. A proposta de analisar o manifestado surgiu a partir da noção de que éthos, regula uma sociedade e seus comportamentos e, atualmente, o universo digital tem ganhado força no que tange a influenciar a sociedade de modo geral. Ao fenômeno manifestado se postulou, aqui, como sendo um e-éthos. O cenário da Educação, principalmente, pós-pandemia, nos faz buscar por respostas no que diz respeito à formação do indivíduo quando o educar é a distância. Assim as teorias que corroboram nesse sentido são: as teorias da Educação a distância, considerando os postulados de Moore; Kearsley (2013), as teorias da Análise do Discurso, tendo nessa, como foco principal, os escritos de Pêcheux (1997) e Maingueneau (2008); e aspectos filosóficos a partir das pesquisas apresentadas por Lévy (1991) e Serres (1999). Consideramos, ainda, os postulados de Morin (2003) acerca da complexidade presente nos sistemas. A escolha por essas linhas teóricas se deu por conta de que a discussão abrange um contexto socioeconômico, cultural e histórico no qual estão inseridos aspectos tecnológicos, quando se trata de educação como um todo; aspectos educacionais, por questões relacionadas à formação do indivíduo e, por último, um aspecto que ponderamos como ponto de partida para entender o cenário de análise de forma mais ampla e até mesmo histórica do comportamento humano: o filosófico. O recorte do nosso trabalho é o cenário educacional, admitindo qualquer ambiente em que o processo de formação do indivíduo possa ser observado. O corpus é composto por posts e comentários publicados nas redes sociais Instagram, Twitter e Facebook durante o período crítico da pandemia que, em tempos de distanciamento social, acaba por ter um teor formativo mais intenso. Temos por objetivo geral entender a necessidade de uma educação mais ubique, com o intuito de facilitar a formação do individuo e sua inclusão em uma sociedade cada vez mais digital, reconhecendo as dimensões continentais do Brasil e as suas diferenças socioculturais e econômicas. De forma mais específica temos por objetivo apresentar o panorama no qual se foi construindo a ocorrência aqui observada, além de enunciar e descrever o fenômeno e éthos, uma variação do éthos que se manifesta no universo digital. E ainda, mostraremos se há um continuum entre o éthos e o e-éthos e de que forma esse e-éthos se inter-relaciona com uma visão mais ubique da educação. Os resultados apresentados nesta pesquisa confirmaram a hipótese levantada, há um e-ethos que se manifesta no universo digital com características que revelam transformações, sociais e comunicacionais, no contexto analisado e que urge se relacionar com uma educação que precisa ser permeada por uma noção mais ubique
Descrição
Palavras-chave
universo digital , ubique , análise do discurso , e-Éthos , educação , EaD
Citação