Professores de educação infantil de uma comunidade investigativa traduzindo a base nacional comum curricular em práticas pedagógicas

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2021-08-06
Autores
Silva, Márcia Tostes Costa da
Orientador
Mizukami, Maria da Graca Nicoletti
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Andrade, Maria de Fátima Ramos de
Aparício, Ana Silvia Moço
Reali, Aline Maria de Medeiros Rodrigues
Souza Neto, João Clemente de
Programa
Educação, Arte e História da Cultura
Resumo
Este estudo insere-se no âmbito das pesquisas que abordam o desenvolvimento profissional docente. Buscamos por meio de um estudo descritivo-analítico de natureza qualitativa, compreender como professores de Educação Infantil de uma comunidade investigativa da rede pública, traduzem a Base Nacional Comum Curricular da Educação Infantil (BNCC) em práticas pedagógicas. Como instrumentos de pesquisa, utilizamos uma entrevista com roteiro semiestruturado, a observação e análise de documentos de três professoras e uma diretora, todas da Rede Pública de Ensino da Zona Oeste da região Metropolitana de São Paulo, atuando na Educação Infantil. O objetivo desta pesquisa é compreender como as professoras estão expressando em suas práticas pedagógicas o conhecimento adquirido por elas próprias e por formações realizadas na escola a fim de traduzir a BNCC em propostas pedagógicas. Compreendemos que a possível tradução da BNCC em práticas pedagógicas depende de alguns fatores, dentre eles, que o professor deva possuir uma postura investigativa, porque professores com postura investigativa estão comprometidos com a sua profissão, com as crianças da sua sala e com a escola a qual estão inseridos (COCHRAN-SMITH; LYTLE, 2015; MIZUKAMI, 2020; FIORENTINI; CRECCI; 2016). Concebemos a formação docente como processo inserido na vertente de desenvolvimento profissional dos professores, na qual o professor é o centro da sua formação, é compreendido como pessoa que carrega para a profissão as suas crenças, seus valores, suas experiências, suas escolhas e seus sentimentos, cujo aprendizado acontece de forma individual e coletiva (OLIVEIRA-FORMOSINHO; 2009; MARCELO; 2009a). Outro fator que acreditamos ser importante para a tradução da BNCC em práticas pedagógicas que aparece defendido por autores como Shulman (1987, 2014, 2015); Mizukami (2004, 2020), Almeida et al., Loughran, Keast e Cooper (2016) e Marcon, Graça, Nascimento (2011), é a existência de uma base de conhecimento para o ensino ampla, forte e flexível, porque a existência da base de conhecimento para o ensino coloca à disposição do professor um conjunto de conhecimentos sobre o ensino, para que, partindo destes, ele possa ampliá-los e recriá-los. Dentre esses conhecimentos acessíveis ao professor o mais importante é o conhecimento pedagógico do conteúdo, porque constrói repertórios de respostas para situações-problemas, cria novas compreensões e conhecimentos mais sofisticados advindo de diferentes tipos de informações da reflexão do professor. Consideramos que a relevância deste estudo para o campo da Educação esteja no fato de termos documentado e explicitado práticas e o raciocínio pedagógico de professores experientes da Educação Infantil que possivelmente poderão ajudar outros docentes em seu dia a dia.
Descrição
Palavras-chave
desenvolvimento profissional docente , educação infantil , aprendizagem , práticas docentes
Citação
SILVA, Márcia Tostes Costa da. Professores de educação infantil de uma comunidade investigativa traduzindo a base nacional comum curricular em práticas pedagógicas. 2021. 375 f. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2021.