Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 448
  • Dissertação
    Verticalização e adensamento: a ZEU e o processo imobiliário na cidade de São Paulo
    Magrini, Maria Aparecida Faragó (2024-04-03)

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)

    Este estudo apresentará uma análise da verticalização e adensamento na região sudoeste da cidade de São Paulo, que se deu por meio do instrumento urbanístico Zona Eixo de Estruturação da Transformação Urbana (ZEU), introduzido pelo Plano Diretor Estratégico de São Paulo (PDE) de 2014, e Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo (LPUOS) de 2016, que têm como proposta reestruturar o espaço urbano, objetivando a cidade compacta e sustentável. Para tanto, o PDE impôs mudanças nos parâmetros urbanísticos adotando como ponto de partida a mobilidade urbana, inspiradas nos princípios do Desenvolvimento Orientado pelo Transporte (DOT). O objetivo geral deste estudo é entender de que forma esse instrumento contribuiu para a mudança de paradigma no processo de produção imobiliário residencial e avaliar os impactos na verticalização e a efetividade no adensamento populacional. Como objetivo específico, serão identificados os parâmetros urbanísticos e os incentivos que a lei trouxe para o setor da produção imobiliária. Será analisado como o instrumento tem sido utilizado por esse setor, e os efeitos sobre o planejamento urbano da cidade, que busca a urbanização compacta com adensamento populacional e aumento da oferta de habitação de interesse social. A materialização da produção urbana na área de influência da ZEU localizada na região sudoeste da cidade de São Paulo, mais precisamente, no entorno da estação Oscar Freire do metrô, no período de 2016 a 2022, evidenciará o resultado. Após seis anos do ordenamento jurídico instituído com benefícios e contrapartidas para o setor da produção imobiliária, o bairro residencial foi transformado com a entrada no mercado de locação de curta temporada, sob protestos e envolvimento da sociedade nos debates relacionados ao planejamento urbano. A estratégia da cidade compacta não se concretizou eficazmente, tampouco contribuiu com a redução do déficit habitacional demonstrando que a legislação não se mostrou eficiente para a região estudada.
  • Dissertação
    “O Consumo da Cidade: na Cidade do Consumo”
    Oliveira, Mauricio Del Nero (2024-04-02)

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)

    Na atualidade, a cidade tem sido cada vez mais vista e consumida como produto e, por consequência, o cidadão está sendo encarado apenas como consumidor. Essa distorção dos conceitos de cidade e cidadão foi construída ao longo do tempo por intermédio do processo comunicacional de consumo do espaço urbano. Focado na divulgação de projetos urbanos que visam o interesse hegemônico e a geração de riqueza, o processo comunicacional se tornou uma importante ferramenta para ampliar a venda da cidade como produto único em relação aos seus pares. Em contraponto a esse modelo de planejamento estratégico, as abordagens do Placemaking e do Place Branding podem ser alternativas para que as comunidades sejam contempladas nas melhorias do espaço urbano. Na tentativa de entender esses dois modelos e o funcionamento do processo comunicacional de venda e consumo da cidade, esta pesquisa analisa três estudos de caso a partir das hierarquias de poder “Top-Down”, “Horizontal” e “Bottom-up” que remetem, respectivamente, aos casos “I Love NY”, “Réinventer Paris” e “Teto”. Ressalta-se que, o primeiro estudo de caso se dá na cidade de Nova Iorque, nos EUA, o segundo em Paris, na França, e o terceiro, no Brasil, apesar de ter surgido no Chile. Como resultado, é possível verificar que o caso americano é aquele que tem o melhor alcance comunicacional, mas seus desdobramentos ignoram as transformações urbanas. A análise do estudo de caso francês mostra uma grande eficiência em termos de associação entre o processo comunicacional e o planejamento urbano, bem como um amplo processo participativo. E o terceiro caso se demonstra em consolidação, mas tem forte apelo ao inserir no debate da sociedade a problemática da habitação de interesse social. Por fim, se reflete como o processo comunicacional de venda da cidade pode promover um consumo mais consciente, inclusivo e sustentável.
  • Dissertação
    Porto de Santos: relações porto-cidade na contemporaneidade
    Fellice, Claudia (2024-03-06)

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)

    Muito se fala sobre os conflitos das relações porto-cidade nas grandes capitais portuárias na contemporaneidade. Neste contexto, o Porto de Santos foge à regra pois, apesar de não ter a importância social e econômica de uma capital, trata-se, incontestavelmente, de um porto estratégico, nacional e internacionalmente, com relevância tanto para a economia do país quanto do Estado de São Paulo e da região a qual se insere, a Baixada Santista. Assim, esta pesquisa busca entender a relação entre as questões administrativas, fundiárias, sociais, ambientais e infraestruturais, bem como entre as políticas públicas e a economia local. Tal amálgama, abordado nesta dissertação em um panorama histórico, poderá contribuir não só para a reflexão sobre a condição atual do Porto de Santos, mas, sobretudo, sobre os novos rumos possíveis para o planejamento de intervenções futuras. Nesse sentido, o desfecho ocorrido em 2023 para a ‘resolução’ do conflito porto-cidade instaurado no centro de Santos desde os idos de 1980 pode ser visto como um desdobramento positivo contemporâneo em termos de política pública. Trata-se da assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Autoridade Portuária de Santos e o Ministério Público do Estado de São Paulo, com anuência da Prefeitura Municipal e do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural e Histórico de Santos. O desenlace deste TAC resultou em três projetos: o Parque Valongo, o novo Terminal de Passageiros e a requalificação da Rua Tuyuti, os quais têm por objetivo aproximar a relação porto-cidade, requalificar áreas portuárias ociosas e preservar o patrimônio cultural erguido nos Cais Valongo e Paquetá. A análise desses projetos foi uma das metodologias utilizadas na presente dissertação, a fim de se verificar de que modos específicos a relação porto-cidade de Santos, que há muito se encontra fragmentada, poderá ou não ser restabelecida. Doravante, as considerações urbanísticas pontuadas a partir do TAC servem como um ponto de diálogo não só para as obras que já se encontram em andamento na cidade, como também para futuros projetos de integração porto-cidade que venham a ser implantados na região portuária de Santos.
  • Dissertação
    Planos parciais e projeto urbano na Colômbia da ideia à execução: o caso de Medellín
    Pereira, Ivan Augusto Alves (2024-02-16)

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)

    O processo de planejamento urbano na Colômbia, principalmente quando se desdobram em Planos Parciais e projetos urbanos como é caso de Medellín, não só reverberam cada vez mais no ambiente acadêmico e nos ciclos de debate urbano, mas também atraem a atenção de turistas e da grande mídia. No entanto, cabe colocar duas perguntas fundamentais: Qual é a singularidade do caso colombiano? Quais são as questões estruturais que permitiram inovações urbanísticas em Medellin? Quais os limites desse processo? Esta pesquisa objetiva contextualizar as especificidades do Estado e da sociedade colombianos, relacionando os principais elementos que caracterizam a concepção, a operacionalização e a implementação dos projetos urbanos na Colômbia através do instrumento Plano Parcial. Busca-se analisar o processo decisório de questões urbanísticas na Colômbia e qual foi a conjunção de fatores específicos da realidade daquele país que permitiram a consolidação dos projetos urbanos que são hoje referências no mundo todo. Inicialmente, recupera-se o ordenamento jurídico colombiano em seus diferentes níveis (Constituição de 1991 e leis ordinárias) e suas políticas (nos níveis de governo central, departamental e municipal). Em seguida, aprofunda-se a compreensão do planejamento urbano em Medellin, município escolhido como objeto da Dissertação. No capítulo 3, apresentam-se o processo dos Planos Parciais de Medellin, e aprofunda-se a relação entre planos e projeto urbano no estudo de caso Simesa, que exemplifica avanços e limites do planejamento dessa cidade. As considerações finais apontam as dificuldades e desafios futuros para Medellin, de processo de planejamento urbano e as interfaces com o projeto urbano.
  • Dissertação
    Parque Dom Pedro II: a produção de um espaço urbano planejado na cidade de São Paulo (1846 – 2023)
    Piffer, Ariella Cristine Cabezas (2024-02-19)

    Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)

    Esta pesquisa estudou o desenvolvimento urbano do Parque Dom Pedro II, uma das áreas mais importantes da cidade, cujo território foi modificado sucessivamente ao longo dos anos com significativa alteração da paisagem. A partir da revisão da literatura e da cartografia existente para a área buscou entender o processo histórico da formação em suas diversas fases de construção e identificar possíveis contradições no cenário de desenvolvimento do local. A pesquisa mostra-se relevante pela possível contribuição no que tange uma nova forma de pensar o Parque Dom Pedro II dentro da cidade e a partir de leituras dos projetos propostos para a área em questão durante mais de 175 anos, ressalta-se aqui que a maioria destes projetos não foram executados ou foram executados em sua parcialidade. Pretende-se com a leitura demonstrar o alinhamento das intervenções propostas pelos governos passados e o atual que resultou no processo de deterioração da área, e de reconhecer as diretrizes dos demais planos urbanísticos vigentes propostos para o parque Dom Pedro II, de modo que esta não seja apenas mais uma leitura histórica da área, mas que através do reconhecimento das potencialidades desta, possa ser capaz de oferecer aos futuros leitores um documento de apoio e consulta para futuras intervenções que venham a ser propostas e / ou feitas para a área em questão.