Os reflexos do uso da inteligência artificial na gestão de riscos no transporte rodoviário de cargas

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2023-02-01
Autores
Marton, Fabio
Orientador
Perez, Gilberto
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Popadiuk, Silvio
Pinochet, Luis Hernan Contreras
Programa
Administração de Empresas
Resumo
Com esta pesquisa procurou-se entender de que forma o uso de inteligência artificial (IA) pode influenciar no gerenciamento de riscos no transporte rodoviário de carga. Para tanto foram efetuados os seguintes objetivos específicos: 1) identificou-se as categorias de IA utilizadas; 2) identificou-se os atores envolvidos; 3) verificou-se como a IA pode auxiliar no controle e mitigação dos riscos de roubos e acidentes ocorridos no transporte rodoviário de cargas; 4) analisou-se os resultados oriundos do uso dessas ferramentas no controle e mitigação de riscos no transporte rodoviário de cargas. A pesquisa realizada foi do tipo exploratória e descritiva, por meio de uma abordagem qualitativa, inicialmente suportada por pesquisa bibliográfica que visou tanto entender o cenário nacional em relação aos problemas de segurança encontrados no transporte rodoviário, bem como conceituar gerenciamento de riscos e IA. Na coleta de dados no campo, foram entrevistados seis profissionais de quatro grupos distintos: o primeiro do ramo securitário, o segundo de profissionais da indústria relacionada à área de segurança de transporte cargas, o terceiro de empresas de desenvolvimento de hardwares e/ou softwares voltados para o gerenciamento de riscos do transporte rodoviário e o quarto de profissionais atuantes no gerenciamento de riscos do transporte rodoviário. Como resultado da pesquisa identificou-se o uso de inteligência artificial com a categoria de sistemas especialistas, categoria que está definida na literatura como “se, então”, assim como os entrevistados, que além de julgarem seu uso essencial no setor de gerenciamento de riscos no transporte rodoviário, também apontaram ganhos relativos à padronização de processos e à otimização nos tempos de respostas em casos de suspeitas de roubos e furtos, o que trouxe maximização do uso de mão de obra e maior competitividade para o setor. Ao final da pesquisa apresentam-se algumas expectativas de futuro dos entrevistados sobre o avanço da IA, o que explicita por partes dos entrevistados, o desejo de avançar com predição de riscos, permitindo tratá-los de maneira holística ao longo de toda a cadeia de suprimentos e não somente limitados a roubos e furtos. Por fim, foi investigado quais seriam as possíveis barreiras que poderiam retardar esta evolução, apontando neste caso o conservadorismo de mercado como a principal delas.
Descrição
Palavras-chave
inteligência artificial , gerenciamento de riscos , transporte rodoviário , roubo de carga
Citação