Análise de eficiência das cooperativas de crédito brasileiras utilizando fronteira estocástica

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2021-08-03
Autores
Cavalcante, Eloara Nathane Valentim
Orientador
Hadad Junior, Eli
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Nakamura, Wilson Toshiro
Ripamonti, Alexandre
Basso, Leonardo Fernando Cruz
Mendonça, Diogo de Prince
Programa
Administração de Empresas
Resumo
O presente estudo objetiva avaliar o desempenho das cooperativas de crédito brasileiras sobre os respectivos determinantes de eficiência, pelo período de 2000 a 2019 em dados anuais. Para isso, será estimada a fronteira estocástica de produção com o objetivo de investigar a relação existente entre um conjunto de variáveis financeiras (despesas administrativas, ativo permanente, despesas com pessoal e volume de operações de crédito) na qual servirá como base para responder a pergunta: O quanto grupo de Cooperativas, suas classes e seus tamanhos, diferenciam, afetam e interferem na eficiência? Nessa investigação, utilizou-se uma amostra de 686 cooperativas a partir de dados financeiros extraídos do Banco Central do Brasil. Os resultados demonstraram que, no agregado, as cooperativas de crédito estão operando com grande ineficiência técnica, portanto, foram encontradas limitações de eficiência das cooperativas de crédito no que se refere à subutilização dos recursos produtivos.
Descrição
Palavras-chave
cooperativas de crédito , fronteira estocástica de produção , eficiência
Citação
CAVALCANTE, Eloara Nathane Valentim. Análise de eficiência das cooperativas de crédito brasileiras utilizando fronteira estocástica. 2021. 44 f. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo. 2021.