Estratégias projetuais no território do porto de Santos

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2012-08-30
Autores
Arriagada, Carlos Andrés Hernández
Orientador
Souza, Carlos Leite de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Caldana Junior, Valter Luis
Perrone, Rafael Antonio Cunha
Sales, Pedro Manuel Rivaben de
Pereira, Miguel Alves
Programa
Arquitetura e Urbanismo
Resumo
Ao pesquisar as estratégias projetuais para a transformação do território do Porto de Santos, a tese coloca a hinterlândia - zona entre terras - como uma oportunidade de reconfiguração territorial em Santos, gerando maior urbanidade, e não apenas infraestruturas portuárias. A avaliação das condicionantes de transformação do território, por um lado devido à sua degradação, e por outro, considerando-se as perspectivas ora colocadas para aquele território - área esta com alto potencial econômico em função do avanço e do descobrimento em 2007 da camada de sal na Bacia de Santos - proporcionam cenários concretos para mudanças futuras. O recorte proposto é a hinterlândia, localizada entre a cidade e as águas, utilizada como entreposto logístico de transferência de mercadorias e de circulação de montantes econômicos globais. É perceptível no processo, a atuação de diversos agentes de transformações locais, o que leva a considerar e comparar ações estratégicas de outros portos globais, como modelos de possibilidades de transformações de um território, os hub-port s, portos concentradores . As ações estratégicas em economia, governabilidade, sustentabilidade e urbanidade são definidas como indutoras de panoramas aplicadas no território portuário, urbanizado e aprazível e não simplesmente um território de infraestruturas logísticas.
Descrição
Palavras-chave
estratégias projetuais , intervenções portuárias , requalificação portuária , projetos urbanos , project strategies , port operations , port redevelopment , urban projects
Citação
ARRIAGADA, Carlos Andrés Hernández. Estratégias projetuais no território do porto de Santos. 2012. 280 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.