Cultura universitária brasões e marcas: um estudo visual e suas formas de comunicação

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2013-08-19
Autores
Moraes, Mônica Borja Bonilha
Orientador
Rizolli, Marcos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Almeida, Cleverson Pereira de
Cobra, Marcos Henrique Nogueira
Programa
Educação, Arte e História da Cultura
Resumo
Esta pesquisa apresenta um estudo de identidade visual através de uma reflexão voltada aos brasões e marcas de importantes Instituições de Ensino Superior europeias, norte americanas e brasileiras, suas histórias e culturas tendo como campo de ciência o estudo da teoria semiótica. A metodologia utilizada é híbrida justamente porque concilia um modelo de pesquisa que contempla a revisão bibliográfica e compreende um investimento no campo da visualidade própria da semiótica visual, em sua natureza estruturante priorizando, assim, atenção aos códigos identitários que desvelam os feixes simbólicos presentes nos brasões e marcas das universidades, objetos desta pesquisa. Sua dimensão interdisciplinar se dá na convergência entre a metodologia própria de um estudo visual e a esfera cultural que emoldura este olhar para as universidades. Seu objetivo é o de realizar uma análise das grandes marcas universitárias e por meio de um estudo estruturante de suas diversificadas formas de se apresentar, verificar como essas instituições estabelecem comunicação com a sociedade através de símbolos e de que maneira vem evidenciando suas marcas ao longo dos anos contribuindo assim com suas tradições crenças e costumes. As significativas alterações nas formas de seus brasões e marcas são realçadas nesta pesquisa que dialoga com as comunicações no periodo compreendio pelos séculos XX e XXI e seus distintos sujeitos. O resultado aponta que as marcas transmitem a cultura regional e instituicional e estão em constante mudança. As alterações mínimas em suas identidades visuais dão sinais das evoluções das universidades e as histórias de suas conquistas ou conflitos. Algumas marcas apresentam a forte tendência de avançar para a sociedade imagética contemporâena, trazendo para si linguagens que incorporam novas tecnologias de produção e veiculação de imagens para acompanhar os códigos visuais continuamente atualizados enquanto outras permanecem com brasões datados desde o século XIX e continuam a usar da heráldica para manutenção de valores institucionais determinados desde as suas origens.
Descrição
Palavras-chave
semiótica , universidade , cultura , marca , brasão , interdisciplinaridade , semiotics , university , culture , brand , coat of arms , interdisciplinarity
Citação
MORAES, Mônica Borja Bonilha. Cultura universitária brasões e marcas: um estudo visual e suas formas de comunicação. 2013. 106 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.