Interdisciplinaridade: a percepção das mães sobre os diferentes atendimentos recebidos por crianças com paralisia cerebral

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2011-11-17
Autores
Silva, João Roberto de Souza
Orientador
Assis, Silvana Maria Blascovi de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Carvalho, Sueli Galego de
Kohatsu, Lineu Norio
Programa
Distúrbios do Desenvolvimento
Resumo
O processo de saúde e educação de crianças com Distúrbios do Desenvolvimento é extremamente complexo e interdependente. A interdisciplinaridade apresenta-se como alternativa de construção de um modelo que possibilite discussões que podem resultar em novas propostas de ação e intervenção para além das fronteiras impostas pelas especialidades, estabelecendo, assim, parâmetros conceituais e metodológicos que possam colaborar com o diagnóstico e a intervenção. A Paralisia Cerebral (PC) é descrita como uma lesão encefálica não progressiva. Tem como principal característica a disfunção motora, porém, pode, em alguns casos, apresentar defasagem cognitiva, de linguagem ou sensorial. O objetivo deste estudo foi investigar o tipo de atendimento recebido por crianças até 08 anos com PC e conhecer a percepção sobre a interdisciplinaridade no atendimento dessas pessoas a partir do relato de suas mães. O método caracteriza-se por um estudo clínico qualitativo, a coleta de dados foi feita por meio de sessões de entrevista grupal com as mães com duração de aproximadamente noventa minutos. Os resultados foram obtidos por meio da análise de conteúdo. A interação entre os profissionais que atendem a criança é percebida e traduzida pelas mães como uma tentativa de formação de equipes interdisciplinares, porém, com práticas multidisciplinares, ou seja, são equipes compostas por profissionais de diferentes áreas da saúde, mas sem uma integração e colaboração efetivas entre as especialidades. Devido à complexidade do quadro da paralisia cerebral, a teoria e a prática interdisciplinar tornam-se fundamentais e necessárias para uma intervenção junto a estas crianças. Continuar explorando e aprofundando outros aspectos da interdisciplinaridade, com o objetivo final de proporcionar uma assistência mais adequada às crianças com PC e suas famílias, assim como os demais Distúrbios do Desenvolvimento deve ser prioridade no planejamento, conduta e formação de profissionais das áreas da saúde e da educação.
Descrição
Palavras-chave
interdisciplinaridade , paralisia cerebral , percepção familiar , interdisciplinary , cerebral palsy , family perception
Citação
SILVA, João Roberto de Souza. Interdisciplinaridade: a percepção das mães sobre os diferentes atendimentos recebidos por crianças com paralisia cerebral. 2011. 81 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2011.