Controladoria e Finanças Empresariais (D. Profissional) - Teses - CCSA Higienópolis

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 4 de 4
  • Tese
    Custeio e indicadores de desempenho empresarial: uma abordagem intervencionista em pequenas empresas do setor de saúde
    Pedreti, Maria Angelica Lencione (2023-12-21)

    Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)

    Este trabalho descreve a implantação do projeto de Intervenção nas empresas A e B, respectivamente clínica vascular e clínica reumatológica e de medicina do trabalho, de pequeno porte, da cidade de São Paulo, que enfrentaram diversos desafios desde a queda do faturamento devido o isolamento social da pandemia, passando pela consolidação do setor de saúde e a consequente queda do poder de barganha das pequenas clínicas de saúde, além de desafios de retenção de profissionais e clientes. As intervenções levantaram objetivos estratégicos, fatores críticos de sucesso e indicadores de acompanhamento de desempenho, no contexto do Balanced Scorecard, que foram usados para orientar diretores e colaboradores a respeito da estratégia que seria adotada para superar os desafios de cada organização, e como cada colaborador poderia contribuir para o sucesso da empreitada. Os conceitos de controladoria e custos foram aplicados para gerar mais indicadores que denotassem claramente as oportunidades de melhorias que foram incorporadas, resultando numa redução de custo e consequente aumento da rentabilidade da empresa, bem como destacaram que os preços praticados em certos serviços tinham altas margens de contribuição, mas nem sempre eram suficientes para cobrir os custos fixos das estruturas. Por isso, foram calculados os novos preços de venda, considerando os custos calculados e a margem desejada, para balizarem as negociações da empresa junto a clientes particulares e clientes de medicina do trabalho, um mercado que está retornando às atividades após grande hiato devido à pandemia, e do qual a empresa deseja voltar a participar ativamente. Na empresa A, aplicou-se a metodologia de intervenção de duas fases, treinamento e implementação, enquanto na empresa B seguiu-se apenas a fase de intervenção, sem a fase de treinamento inicial. Em ambos os casos, tratou-se de uma intervenção de grau forte, com amplo escopo e melhorias profundas em desenhos e controles do negócio, as quais foram plenamente adotadas pelas equipes de gestão, que se sentiram motivadas, inclusive, a criar seus próprios relatórios gerenciais, ratificando a validade forte da intervenção. Para a comunidade, a pesquisa contribui mostrando que é possível aplicar os conceitos de controladoria, custos e indicadores estratégicos em uma pequena empresa, com completa aderência dos gestores, a partir da devida adaptação para a realidade da companhia, atendendo ao gap detectado na literatura, assim como é possível associar diferentes métodos de custeio, como Custeio Baseado em Atividades e Custeio Variável, contribuindo para a tomada de decisão fundamentada.
  • Tese
    O dilema da escolha entre os modelos internos e padronizados na busca pela eficiência na gestão de capital regulatório dos bancos no Brasil: uma análise sob a luz das lógicas conflitantes e contradições institucionais
    Teixeira, Adriano Pinto (2023-10-24)

    Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)

    Objetivo da TESE – Analisar como as lógicas conflitantes e as contradições institucionais influenciam a candidatura ao uso dos modelos internos para a apuração dos requerimentos de capital dos bancos no Brasil. Metodologia / Abordagem – A pesquisa enquadra-se como explicativa, utilizando-se do framework “Engaged Scholarship” (van de Ven, 2007). A coleta dos dados foi dividida em evidências originárias de fontes primárias, obtidas com a aplicação de entrevistas semiestruturadas e sessão de focus group com especialistas do Sistema Financeiro Nacional – SFN, e as decorrentes de fontes secundárias, a partir de análises documentais. O tratamento dos dados foi realizado com o auxílio da ferramenta computacional Atlas.ti (Friese, 2014), com a aplicação de protocolo baseado nas propostas de Saldaña (2016) e Bardin (2016), triangulando se os resultados (R. K. Yin, 2014). Resultados – A lógica dominante regulatória do BACEN neutralizou a lógica conflitante de mercado dos Bancos, minando a sua capacidade de fomentar a criação de novos campos organizacionais do uso dos modelos internos para apuração dos requerimentos de capital, onde as fracas contradições institucionais criadas não influenciaram o processo de mudança. Adicionalmente, as constatações reveladas com a confirmação e rejeição dos pressupostos do estudo, deram conta que os campos emergentes e ou em formação podem cair em desinstitucionalização, caso não ocorram os devidos alinhamentos entre os agentes decisórios do supervisor bancário e instituições financeiras, considerando a formação de lógicas híbridas, onde ambas as partes necessitam buscar aproximação e convergência para uma conciliação dos interesses. Implicações práticas e sociais - Evolução das práticas de gerenciamento de riscos das instituições financeiras, elevando a solidez do Sistema Financeiro Nacional, contribuindo com a proteção dos recursos e investimentos dos clientes, investidores e acionistas. Originalidade e contribuições – Atualização do framework “Institutional Contradictions, Praxis, and Institutional Change: A Dialectical Perspective” de Seo e Creed (2002), considerando a influência das lógicas conflitantes (Thornton, Ocasio, & Lounsbury, 2012). Nos campos organizacionais (DiMaggio & Powell, 1983), como passo anterior a criação das contradições institucionais; constatação empírica da efetividade da aplicação do Engaged Scholarship; criação de protocolo para análise de conteúdo combinando as propostas de Bardin (2016) e Saldaña (2016), suportados pelo aplicativo “Atlas.ti”. Produto Tecnológico – Elaboração do Relatório Técnico Conclusivo e de recomendações direcionadas ao Comitê de Basileia, ao BACEN e aos BANCOS, representados pela FEBRABAN, visando estimular o alinhamento entre os interesses do órgão supervisor e a indústria financeira. Limitações da Pesquisa – O período temporal das análises, que compreenderam os anos de 2020 a 2022, bem como a quantidade restrita de 22 especialistas do SFN que participaram dos estudos empíricos (fontes primárias).
  • Tese
    O dilema da escolha entre os modelos internos e padronizados na busca pela eficiência na gestão de capital regulatório dos bancos no Brasil: uma análise sob a luz das lógicas conflitantes e contradições institucionais
    Teixeira, Adriano Pinto (2023-10-24)

    Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)

    Objetivo da TESE – Analisar como as lógicas conflitantes e as contradições institucionais influenciam a candidatura ao uso dos modelos internos para a apuração dos requerimentos de capital dos bancos no Brasil. Metodologia / Abordagem – A pesquisa enquadra-se como explicativa, utilizando-se do framework “Engaged Scholarship” (van de Ven, 2007). A coleta dos dados foi dividida em evidências originárias de fontes primárias, obtidas com a aplicação de entrevistas semiestruturadas e sessão de focus group com especialistas do Sistema Financeiro Nacional – SFN, e as decorrentes de fontes secundárias, a partir de análises documentais. O tratamento dos dados foi realizado com o auxílio da ferramenta computacional Atlas.ti (Friese, 2014), com a aplicação de protocolo baseado nas propostas de Saldaña (2016) e Bardin (2016), triangulando se os resultados (R. K. Yin, 2014). Resultados – A lógica dominante regulatória do BACEN neutralizou a lógica conflitante de mercado dos Bancos, minando a sua capacidade de fomentar a criação de novos campos organizacionais do uso dos modelos internos para apuração dos requerimentos de capital, onde as fracas contradições institucionais criadas não influenciaram o processo de mudança. Adicionalmente, as constatações reveladas com a confirmação e rejeição dos pressupostos do estudo, deram conta que os campos emergentes e ou em formação podem cair em desinstitucionalização, caso não ocorram os devidos alinhamentos entre os agentes decisórios do supervisor bancário e instituições financeiras, considerando a formação de lógicas híbridas, onde ambas as partes necessitam buscar aproximação e convergência para uma conciliação dos interesses. Implicações práticas e sociais - Evolução das práticas de gerenciamento de riscos das instituições financeiras, elevando a solidez do Sistema Financeiro Nacional, contribuindo com a proteção dos recursos e investimentos dos clientes, investidores e acionistas. Originalidade e contribuições – Atualização do framework “Institutional Contradictions, Praxis, and Institutional Change: A Dialectical Perspective” de Seo e Creed (2002), considerando a influência das lógicas conflitantes (Thornton, Ocasio, & Lounsbury, 2012). Nos campos organizacionais (DiMaggio & Powell, 1983), como passo anterior a criação das contradições institucionais; constatação empírica da efetividade da aplicação do Engaged Scholarship; criação de protocolo para análise de conteúdo combinando as propostas de Bardin (2016) e Saldaña (2016), suportados pelo aplicativo “Atlas.ti”. Produto Tecnológico – Elaboração do Relatório Técnico Conclusivo e de recomendações direcionadas ao Comitê de Basileia, ao BACEN e aos BANCOS, representados pela FEBRABAN, visando estimular o alinhamento entre os interesses do órgão supervisor e a indústria financeira. Limitações da Pesquisa – O período temporal das análises, que compreenderam os anos de 2020 a 2022, bem como a quantidade restrita de 22 especialistas do SFN que participaram dos estudos empíricos (fontes primárias).
  • Tese
    Uma metodologia de aprendizagem de máquina como suporte para a controladoria industrial identificar impactos de condições de produção em perdas de eficiência: uma aplicação em um caso real de geração de sucata em linhas de produção
    Toaldo, Alexsandro (2023-09-28)

    Centro de Ciências Sociais e Aplicadas (CCSA)

    Propósito – Esta tese apresenta a proposta de uma metodologia, com o desenvolvimento de uma pesquisa intervencionista, através de um experimento de campo em uma indústria no segmento de embalagens (latas) premium de alumínio, localizada nos Estados Unidos. Desenho/Método/Abordagem: Este estudo é baseado na pesquisa intervencionista, que é um tipo de experimento de campo onde o pesquisador não tem controle total sobre o experimento e busca experimentar por meio da observação, atuando em conjunto com a organização anfitriã. Foram desenvolvidos experimentos com modelos preditivos de Machine Learning (ML), baseados em árvores, tais como: árvores de decisão (decision tree - DT), floresta aleatória (random forest - RF) e árvores impulsionadas por gradiente (gradient boosted tree - GBT). Além disso, foi explorado também o algoritmo de redes neurais artificiais (artificial neural net - ANN), por ser muito utilizada com sucesso em diferentes tipos de problemas." Resultados: Os resultados dos modelos se mostraram promissores, atingindo acurácias em suas predições, da ordem acima de 90%, e definindo de forma objetiva um rank para as variáveis que causam maior impacto na perda de matéria-prima, indicando que os experimentos poderiam ser expandidos para outras linhas de produção e/ou produtos. Em uma segunda fase do estudo foi desenvolvido um experimento de campo, dentro dos padrões estatísticos do DOE – Design of Experiments, que confirmou os achados dos modelos preditivos de ML. Limitação da Pesquisa/Implicações: A principal limitação foi a amostra utilizada no experimento de campo, correspondente a uma linha de produção e experimento em dois produtos específicos por um curto espaço de tempo. Pesquisas futuras envolvem estudos longitudinais para avaliar os resultados da pesquisa intervencionista. Implicações Práticas: A pesquisa contribui tanto em relação à questão prática quanto a acadêmica. Apesar de amplamente utilizadas em diferentes áreas, as pesquisas intervencionistas e experimento de campo ainda apresentam uma lacuna importante nas ciências sociais, principalmente na controladoria de processos industriais. O modelo apresentado pode ser replicado em uma escala maior, na própria empresa em outra linhas de produção, bem como em empresas do mesmo segmento ou ainda naquelas empresas que estejam passando por desafios de eficiência em seus processos produtivos.