Liberdade Religiosa: Reflexões sob a ótica de Roger Williams

Carregando...
Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2021-05-17
Autores
Di Monaco, Ingrid Rachel Mendes
Orientador
Bueno, Marcelo Martins
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Oliveira, José do Carmo Veiga de
Gutiérrez, Jorge Luiz Rodriguez
Programa
Educação, Arte e História da Cultura
Resumo
Williams, fundador do estado norte-americano de Rhode Island, que foi formado sob uma política de separação entre a Igreja e o Estado, o que representou uma inovação no início do século XVII. Para a compreensão de sua teoria, analisou-se sua obra The bloudy tenent of persecution, for cause of conscience, publicada em 1644 na Inglaterra. Buscou-se identificar se a teoria de Williams poderia contribuir para as discussões sobre o tema da liberdade religiosa na contemporaneidade, uma vez que ele foi pioneiro na positivação do direito à liberdade religiosa e na implantação de um governo laico em solo norte-americano. Ele teve um papel expressivo no processo de transformação cultural, representando o pensamento que se estabeleceria nos Estados Unidos da América sobre os direitos fundamentais do indivíduo, especialmente sobre a liberdade e a igualdade, decorrendo daí a ideia de liberdade religiosa. Os valores e princípios advogados por ele refletiram diretamente nos fundamentos da nação e foram expressos posteriormente na Declaração de Independência (1776), na Constituição Americana (1787) e na Declaração de Direitos da nação norte-americana (1791). Roger Williams foi personagem importante para a história colonial americana e reconhecido como principal reformador na América, lembrado no Muro dos Reformadores de Genebra, na Suíça.
Descrição
Palavras-chave
direitos humanos , história , liberdade religiosa , reforma , Roger Williams
Citação
DI MONACO, Ingrid Rachel Mendes. Liberdade Religiosa: Reflexões sob a ótica de Roger Williams. 2021. 113 f. Dissertação (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2021.