A arte como meio de humanização no mercado ou na indústria

Carregando...
Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2021-05-03
Autores
Madrid, Anna Christina
Orientador
Rizolli, Marcos
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Mello, Regina Lara Silveira
Held, Maria Sílvia Barros de
Programa
Educação, Arte e História da Cultura
Resumo
A proposta deste trabalho foi despertar uma reflexão sobre a importância da arte como fator de humanização na indústria mediante as relações de proximidade entre o trabalho do homem e o processo da industrialização. Colocar a arte nesse contexto da indústria permitiu ressignificar, de forma crítica, consciente e sensível, o “fazer” atual do profissional de desenvolvimento de produtos. Esse fazer pode ocorrer através de meios criativos e artesanais, a fim de que a estética e a funcionalidade possam coexistir dentro de uma linha de produção comercial e industrializada, proporcionado pela releitura de um movimento que surgira na Grã-Bretanha, no século XIX, o Arts & Crafts. Os autores Marx, Vieira Pinto, Lipovetsky, Serroy e Ostrower auxiliaram como referenciais teóricos nessa análise. Essa base construída com esses autores permitiu uma reflexão comparativa desses processos do passado com comportamentos similares que se repetem na contemporaneidade, consequências da Revolução Tecnológica e da Globalização. Nesse contexto, foi abordado o papel do design com o fazer vinculado aos critérios utilitários da indústria, ao mesmo tempo em que se tornou indissociável do pensar estético diante das características criativas e originais da arte, levando-se em conta o caráter da responsabilidade social que possui, muito associado às questões atuais, como a Sustentabilidade, por exemplo. Pretendeu-se, com este estudo que foi realizado a partir de uma revisão bibliográfica e de uma pesquisa qualitativa do passado e refletida na contemporaneidade, responder primeiramente às indagações vindas da vivência profissional da autora deste trabalho dentro de uma fábrica têxtil. Essas indagações surgiram em conjunto com questões pertinentes e similares que se repetem no ambiente de desenvolvimento de produtos, dentro das indústrias na contemporaneidade. Através desse levantamento histórico, intencionou-se abrir um chamamento sobre a necessidade da arte, acreditando em seu potencial humanizador, não apenas para o enriquecimento intelectual da sensibilidade, mas também pelo favorecimento e incentivo nas relações criativas genuínas. Em suma, levantou-se a questão sobre o que pode ser feito para preservar, resgatar ou readaptar processos e técnicas criativas por meio do tripé: design, manualidade e arte.
Descrição
Palavras-chave
arte , indústria , manualidade , design , humanização , trabalho , estética
Citação
MADRID, Anna Christina. A arte como meio de humanização no mercado ou na indústria. 2021. 196 f. Dissertação (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2021.