A evolução da entidade familiar no direito brasileiro

dc.contributor.advisorBruno, Reinaldo Moreira
dc.contributor.authorAlvarenga, Leonardo Martins
dc.contributor.refereesZimmermann Neto, Carlos Frederico
dc.contributor.refereesMoreira Filho, Guaracy
dc.date.accessioned2023-04-25T23:48:19Z
dc.date.available2023-04-25T23:48:19Z
dc.date.issued2022-06
dc.description.abstractO presente trabalho visa examinar a evolução do conceito de família. A família, sem, outrora vista sob a ótica inteiramente patrimonial, econômica e com fins de reprodução, e que hoje passou a ser analisada a partir do vínculo afetivo que a embala. Com a promulgação da Constituição Federal de 1988, ao ser consagrado como macro princípio a dignidade da pessoa humana, abriu-se alas para uma ampliação do conceito de família, antes restrito àquele núcleo originado do casamento. Os princípios constitucionais, principalmente criaram uma nova diretriz para o direito de família, sendo impossível restringir seu surgimento apenas como decorrência matrimônio. Desta forma, será analisado o deslocamento do eixo que regia a família, antes fixado sobre o casamento e agora fixado na afetividade. A presente pesquisa reafirmará que a família não mais se baseia em uma visão patrimonialista, com fins econômicos e de reprodução.pt_BR
dc.description.abstractThe present work aims to examine the evolution of the concept of family. The family, without, once seen from an entirely patrimonial, economic point of view and with the purpose of reproduction, and which today has come to be analyzed from the affective bond that packs it. With the enactment of the Federal Constitution of 1988, when the dignity of the human person was consecrated as a macro principle, ways were opened for an expansion of the concept of family, previously restricted to that nucleus originated from marriage. The constitutional principles, mainly created a new guideline for family law, being impossible to restrict its emergence only as a result of marriage. In this way, the displacement of the axis that governed the family, previously fixed on marriage and now fixed on affectivity, will be analyzed. The present research will reaffirm that the family is no longer based on a patrimonial vision, with economic and reproduction purposes.pt_BR
dc.formatTextopt_BR
dc.identifier.urihttps://dspace.mackenzie.br/handle/10899/32352
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Direito (FD)pt_BR
dc.publisher.initialsUPMpt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectdireito de famíliapt_BR
dc.subjectentidade familiarpt_BR
dc.subjectevolução da entidade familiarpt_BR
dc.subjectConstituição Federal de 1988pt_BR
dc.subjectfamily lawpt_BR
dc.subjectfamily entitypt_BR
dc.subjectevolution of the family entitypt_BR
dc.subjectBrazilian Federal Constitution of 1988pt_BR
dc.titleA evolução da entidade familiar no direito brasileiropt_BR
dc.typeTCCpt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
LEONARDO MARTINS ALVARENGA ._2720583_assignsubmission_file_TCC - Leonardo Martins Alvarenga.pdf
Tamanho:
610.86 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.95 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: