Multipropriedade imobiliária à luz do direito direito civil-constitucional

dc.contributor.advisorAlmeida, Maria Cecília Ladeira de
dc.contributor.authorSilva, Tamires Cordeiro Toledo
dc.contributor.refereesCárnio, Thaís Cintia
dc.contributor.refereesNagib, Luiza
dc.date.accessioned2023-03-31T18:01:28Z
dc.date.available2023-03-31T18:01:28Z
dc.date.issued2020-06
dc.description.abstractEste artigo tem como objeto de pesquisa a multipropriedade imobiliária. O objetivo deste trabalho é examinar os principais aspectos do fenômeno, suas particularidades legais e sua relevância sob o ponto de vista civil-constitucional. A metodologia utilizada para tanto, foi a pesquisa bibliográfica sobre a literatura relevante sobre o tema. A análise do instituto parte da reflexão sobre seu conceito e natureza jurídica, com enfoque nas principais discussões que permearam a doutrina e jurisprudência pátrias a tal respeito antes do advento da Lei 13.777/18. Após, são abordados os principais efeitos da inovação legislativa de 2018, sobretudo a introdução dos artigos 1.358- B a 1.358-U ao Código Civil e a nova redação dada aos artigos 176 e 178 da Lei de Registros Públicos. Busca-se instigar a reflexão sobre a multipropriedade imobiliária sob a pespectiva do Direito Civil-Consititucional e, desta forma, vislumbrar como o fenômeno pode se constituir como instrumento apto efetivar valores e objetivos previstos constitucionalmente, com relevo ao potencial do instituto de maximixar o aproveitamento de um imóvel que, como se sabe, é um recurso escasso e, assim, desempenhar sua função social.pt_BR
dc.description.abstractThe aim of this paper is to discuss the main aspects of time sharing, as well as its legal particularitites and relevance according to Civil-Consitutional law. This paper uses extensive literature review on time sharing as a methodology. The analysis of time sharing is based on its concept and legal nature, focusing on the main debates that permeate its related doctrine and jurisprudence before the enactment of Law 13.3777/18. Then, I explore the principal effects of this legislative innovation, especially the introduction of articles 1.358-B to 1.358-U into the Civil Code as well as the new wording to articles 176 and 178 of the Public Records Law. The goal is to encourage reflection on time sharing according to Civil Constitutional Law in order to envision how such phenomenon can be an appropriate instrument to apply values and objectives constitutionally prescribed. Such an analysis emphasizes the potential of time sharing to maximize the use of an estate, which is a scarce resource, and therefore, to develop its social function.pt_BR
dc.formatTextopt_BR
dc.identifier.urihttps://dspace.mackenzie.br/handle/10899/31949
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Direito (FD)pt_BR
dc.publisher.initialsUPMpt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectmultipropriedade imobiliáriapt_BR
dc.subjectlei. 13.777/18pt_BR
dc.subjectdireito civil-constitucionalpt_BR
dc.subjecttime sharingpt_BR
dc.subjectlaw 13.3777/18pt_BR
dc.subjectcivil-constitutional lawpt_BR
dc.titleMultipropriedade imobiliária à luz do direito direito civil-constitucionalpt_BR
dc.typeTCCpt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Tamires Cordeiro Toledo Silva.pdf
Tamanho:
474.5 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Tamires Cordeiro Toledo Silva
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.95 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: