Análise do modelo de Black & Scholes para precificação de opções no mercado financeiro brasileiro

Imagem de Miniatura
Tipo
TCC
Data
2020-12-10
Autores
Navarro, Thiago Camacho
Nunes, Victor
Alfano, Vitor Spada
Orientador
Hu, Osvaldo Ramos Tsan
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Programa
Resumo
O presente trabalho expõe uma pesquisa referente ao modelo de Black & Scholes, um dos métodos mais utilizados no mundo para calcular o preço justo de uma opção no mercado financeiro, o qual tem como finalidade encontrar uma solução de precificação a fim de eliminar o risco de perda dentro de um portfólio. Sendo assim, é apresentada uma análise deste modelo para a precificação de opções no mercado financeiro brasileiro. Com a intenção de responder como o comportamento da volatilidade implícita no mercado de opções diverge da maneira com que foi utilizada de premissa na teoria de Black & Scholes, têm-se como objetivo analisar o modelo de precificação de Black & Scholes e suas variáveis, para a identificar o preço justo de uma opção europeia. Para isso, faz-se necessário explorar o modelo de Black & Scholes em uma visão de mercado e entender o modo com que a volatilidade implícita é negociada, diferentemente da premissa utilizada no modelo, pelo motivo de possuir diferentes volatilidades para cada preço de exercício para um prazo determinado. Para tal fim utilizou-se da pesquisa de campo quantitativa como metodologia e identificou-se que as volatilidades das opções do mercado brasileiro não são constantes e possuem uma certa inclinação e concavidade, conhecida como Smile. E foi possível concluir que a premissa de volatilidade constante do modelo de precificação de opções Black & Scholes não é a utilizada pelo mercado brasileiro para definir qual o preço justo da opção, pois o preço justo acaba divergindo do real preço praticado pelo mercado.
The present work shows a research related to the Black & Scholes model, one of the most used methods in the world to calculate the fair price of an option in the financial market, which aims to find a pricing solution in order to eliminate the risk of loss within a portfolio. Therefore, an analysis of this model is presented for pricing options in the Brazilian financial market. With the intention of answering how the behavior of the implied volatility in the options market differs from the way it was used as a premise in the Black & Scholes theory, focused to analyze the Black & Scholes pricing model and its variables, to identify the fair price of a European option. For this, it is necessary to explore the Black & Scholes model in a market view and understand the way in which the implied volatility is traded, differently from the premise used in the model, for the reason of having different volatilities for each exercise price for a specified period. For this purpose, quantitative field research was used as a methodology and it was identified that the volatilities of the options in the Brazilian market are not constant and have a certain inclination and concavity, known as Smile. It was possible to conclude that the volatility premise contained in the Black & Scholes option pricing model is not the one used by the Brazilian market to define the fair price of the option, as the fair price ends up diverging from the real price practiced by the market.
Descrição
Palavras-chave
Black & Scholes , volatilidade implícita , precificação de opções , Smile , implied volatility , option pricing
Citação