Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Daniel Corsi da
dc.contributor.authorSantana, Pedro Brito
dc.date.accessioned2021-05-12T20:24:38Z
dc.date.available2021-05-12T20:24:38Z
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/28065
dc.description.abstractO presente trabalho desenvolve-se através da investigação do Córrego da Água Preta, localizado nos bairros de Vila Anglo, Vila Romana, Pompéia e Barra Funda, na cidade de São Paulo. Esta investigação teve início com o mapeamento da área, o reconhecimento do curso d’água e seus arredores. Procurou-se então identificar os vazios adjacentes a este percurso, que se mostraram sempre presentes, do início ao fim deste trajeto. A ação constrói-se como intervenções nestes vazios, na tentativa de revelar esta camada oculta, o córrego que hoje apresenta-se quase que completamente invisível no espaço da cidade. Estas intervenções estão associadas a ações específicas: adição, suspensão, movimento, subtração, tensão e revelação. Como mecanismos que trazem a água à tona no espaço público, estas ações estão associadas a acontecimentos, programas, vocações. Ao mesmo tempo que revelam as relações entre si, as intervenções apresentam-se independentes. Descrevem uma sucessão de pontos, cuja hierarquia não está determinada. Não há aqui a pretensão de determinar um percurso. Este surge somente devido ao elemento oculto que unifica as ações: o córrego. Tratam-se de hipóteses diferentes acerca do mesmo tema, e se desenvolvem em equilíbrio com a fundamentação teórica. Busca-se aqui apresentar estes relatos de maneira semelhante àquela em que foi desenvolvido o trabalho. Não há pretensão de hierarquizar o que aqui se apresenta, sendo possível escolher um caminho de leitura, ou qualquer outro. Tratam-se de duas instâncias a serem descritas: aquela referente às ações e aquela referente aos temas de referencial teórico. Como duas histórias contadas em paralelo, as páginas do lado esquerdo abrigam as ações, em folha na cor azul, e aquelas do lado direito abrigam o referencial teórico. Procura-se aqui não somente apresentar duas linhas de raciocínio, mas os momentos de cruzamento entre elaspt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjectcórrego da Agua Pretapt_BR
dc.subjectvila Anglopt_BR
dc.subjectvila Romanapt_BR
dc.subjectPompéiapt_BR
dc.subjectBarra Fundapt_BR
dc.subjectcidade de São Paulopt_BR
dc.subjectmapeamento da áreapt_BR
dc.subjectreconhecimento do curso d' águapt_BR
dc.titleA investigação de instantes: no córrego da Água Pretapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)pt_BR
dc.date.qualified2019


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil