Capacidade e necessidade percebidas pelos formandos em ciências contábeis ás competências inerentes ao desempenho profissional

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2018-12-20
Autores
Mota, Marcia Regina Barbosa
Orientador
Vasconcelos, Ana Lucia Fontes de Souza
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Cesar, Ana Maria Roux Valentini Coelho
Slomski, Vilma Geni
Programa
Controladoria e Finanças Empresariais
Resumo
A presente pesquisa busca realizar uma análise descritiva dos dados e identificar as dimensões do instrumento aplicado com o objetivo de quantificar a percepção dos formandos do curso de ciências contábeis quanto as capacidades e necessidades inerentes ao exercício da profissão, apresentado a eles as competências identificadas em estudos anteriores e perguntando se entendem que alcançaram o domínio ao termino do curso de Ciências Contábeis. Identificados as dimensões com melhor e pior resultado e comparando cada dimensão com as variáveis de caracterização dos respondentes. O estudo tem abordagem quantitativa com aplicação de um questionário onde os alunos responderam pensando nas competências adquiridas no seu curso dando uma nota de 1 a 10, onde 1 significa que o curso não atendeu totalmente as expectativas e a nota 10 significa que atendeu totalmente as expectativas. O critério de escolha do público alvo foi buscar os alunos concluintes cursando o sétimo e o oitavo semestre, que foi ampliado para os alunos do quinto e sexto semestre para alcançar um número maior de respondentes. O método foi desenvolvido a partir da aplicação do questionário que foi acessado através de um link na plataforma QuestionPro possibilitando a formação de uma base de dados para multivariada com análise descritiva e fatorial para identificar os principais grupos de competências. Os resultados coletados apontaram que os respondentes tenderam a dizer que o curso atendeu parcialmente as expectativas, exceto domínio de idiomas que apresentou uma média muito baixa 3,79%, as medias em torno de 6,5% a 7,5%, mostram que ainda existe muito espaço para ampliação das ações que poderão contribuir para desenvolvimento profissional dos alunos concluintes que irão ingressar no mercado de trabalho. A baixa pontuação para dimensão intelectual aponta que as universidades precisam trabalhar a questão identificando as variáveis que levam os alunos a essa percepção e buscar junto com eles maneiras de melhorar este quesito, além de ampliar as outras dimensões para que eles efetivamente tenham o domínio das competências que poderão garantir o seu desenvolvimento pessoal e profissional ao longo de suas carreiras. A pesquisa tem implicações práticas porque confirma o modelo de Cardoso (2006) e também mostra uma tendência de melhora na percepção dos alunos quanto a contribuição do ensino universitário no desenvolvimento de suas capacidades profissional. Não existem muitos estudos sobre as competências do profissional da contabilidade e as poucas que existem ainda não conseguiram definir o perfil do profissional tendendo mais para a definição das funções do posto de trabalho, essa pesquisa contribui para a expansão da discussão sobre o que o mercado define como as competências necessárias para o exercício da profissão e como elas são percebidas pelos alunos concluintes.
Descrição
Palavras-chave
competências , contador , modelo genérico
Citação
MOTA, Marcia Regina Barbosa. Capacidade e necessidade percebidas pelos formandos em ciências contábeis ás competências inerentes ao desempenho profissional. 2018. 81 f. Dissertação (Mestrado profissional Controladoria e Finanças Empresariais) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.