Show simple item record

dc.creatorSoares, Isabelle Cristina Maciel de Brito
dc.date.accessioned2016-05-12T23:23:49Z
dc.date.accessioned2020-05-28T18:16:40Z
dc.date.available2020-05-28T18:16:40Z
dc.date.issued2015-02-10
dc.identifier.citationSoares, Isabelle Cristina Maciel de Brito. O movimento de pedestres no entorno de nós de transportes em São Paulo: o espaço público como ambiente de interconexão entre modais nos casos Consolação/Paulista e Lapa.. 2015. 219 f. Dissertação( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .por
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/26099
dc.description.abstractThis academic dissertation proposes to answer the following question "How the quality of public spaces adjacent to transportation nodes can affect the movement of pedestrians in interchange between transport modes, especially metro/bus and train/bus?” The transport nodes are points in urban territory that concentrates and redistributes the travelers of the systems in different directions, and pedestrians are the protagonists of these exchanges that occurs when they use linear or open public spaces for interchange. Consolation/Paulista and Lapa focus upon centralities with significant concentration of employment and demand of transportation and located in the southwestern region of São Paulo. The city territory was developed by an urban model that neglected the importance of the human scale spaces to the detriment of the traffic of automobile. This reality contrasts with the current dynamic of globalization where the evolution of technology and multitude of activities cause effect on the regional and local scale and on the movement of pedestrians in urban areas. The gradual increase of the urban population, individualization of travels and the growth of walk trips require expansion of pedestrian mobility and quality of public spaces. The analysis of this dissertation is divided into two phases; first the analysis of the composition of public spaces and current conditions of its elements in the spaces around the nodes Consolation/Paulista and Lapa to then analyze the movement of pedestrians is presented through a method of observation of public spaces - extracted and adapted from Jan Gehl (2013) researches. The result of this research was to understand how microaccessibility in pedestrian circulation spaces are neglected. The methodology used is a potential tool for researchers and planners, and could be part of the urban planning process for the development of an appropriate urban design. Walking is not considered a transportation mode that integrates with the rest of the transport system and the low quality of interchange spaces impacts on pedestrian movement mainly because there’s no urban design for those specific spaces. The human scale becomes a priority in the planning of the contemporary city and the composition of the adjacent spaces to transport us has a central role in urban mobility and accessibility.eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjecttransportepor
dc.subjectinterconexãopor
dc.subjectespaço públicopor
dc.subjectmovimento de pedestrepor
dc.subjectConsolação/Paulista e Lapapor
dc.subjecttransportationeng
dc.subjectinterchangeeng
dc.subjectpublic spaceeng
dc.subjectpedestrian movementeng
dc.subjectConsolação/Paulista and Lapaeng
dc.titleO movimento de pedestres no entorno de nós de transportes em São Paulo: o espaço público como ambiente de interconexão entre modais nos casos Consolação/Paulista e Lapa.por
dc.typeDissertaçãopor
dc.publisher.departmentFaculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)por
dc.publisher.programArquitetura e Urbanismopor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMOpor
dc.description.resumoEsta Dissertação parte da seguinte pergunta “Como a qualidade dos espaços públicos, adjacentes aos nós de transportes, influenciam no movimento de pedestres e na sua interconexão com os modos de transporte, com destaque para metrô/ônibus e trem/ônibus?”. Os nós de transportes são pontos que concentram e redistribuem os usuários dos sistemas em diversas direções, sendo o pedestre o protagonista destas trocas ocorridas ao utilizar os espaços públicos lineares e abertos para fazer interconexão. Os estudos caso Consolação/Paulista e Lapa, localizam-se em centralidades com significativa concentração de emprego e demanda dos sistemas de transportes, situadas na região sudoeste de São Paulo. O município desenvolveu-se por meio de um modelo de cidade que negligenciou a importância da composição do espaço para o pedestre, em detrimento da circulação do automóvel. Essa realidade se contrapõe com as atuais dinâmicas de globalização, onde a evolução de tecnologia e multiplicidade de atividades causam efeito na escala regional, local e no movimento dos pedestres no meio urbano. O gradativo aumento da população urbana e viagens individuais e o crescimento dos índices de viagens a pé exigem ampliação da mobilidade peatonal e qualidade dos espaços comuns. A análise desta dissertação é dividida em duas fases; primeiramente foi feita a análise da composição dos espaços públicos e condições atuais de seus elementos no entorno dos nós Consolação/Paulista e Lapa para, então, analisar do movimento de pedestres por meio de um método de observação dos espaços públicos - extraído e adaptado dos estudos de Jan Gehl (2013). Por meio dos resultados desta pesquisa foi possível entender a negligência para com a microacessibilidade dos espaços de circulação pedonal. A metodologia desenvolvida é uma potencial ferramenta para pesquisadores e planejadores e deve fazer parte do processo de planejamento urbano para a elaboração de um desenho urbano adequado. A falta de integração do modal Andar a Pé com o resto do sistema de transporte prejudica o movimento de pedestres no espaço público principalmente pela falta de um desenho urbano. A escala humana torna-se prioritária no planejamento da cidade contemporânea e a composição dos espaços adjacentes aos nós de transportes tem um papel central à mobilidade urbana e acessibilidade.por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0715618658289125por
dc.contributor.advisor1Alvim, Angélica Aparecida Tanus Benatti
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3698530751056051por
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/10560/Isabelle%20Cristina%20Maciel%20de%20Brito%20Soares.pdf.jpg*
dc.bitstream.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2785/2/Isabelle%20Cristina%20Maciel%20de%20Brito%20Soares.pdf


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record