Show simple item record

dc.creatorRolim, Mariana de Souza
dc.date.accessioned2017-05-23T14:18:16Z
dc.date.accessioned2020-05-28T18:15:32Z
dc.date.available2020-05-28T18:15:32Z
dc.date.issued2017-03-28
dc.identifier.citationROLIM, Mariana de Souza. Preservação em sistema: patrimônio mundial entre as Américas e a Europa. 2017. 424 f. Tese( Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.por
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/25866
dc.description.abstractNel 1972 è stata firmata la Convenzione per la tutela del patrimonio mondiale. L’atto ha istituzionalizzato l’idea di un patrimonio per l’umanità, un processo che era già stato avviato anni prima, dopo la prima Guerra Mondiale. Ancor prima di questo riconoscimento ufficiale, architetti, storici, archeologi e antiquari si erano riuniti in una rete per la tutela dei beni culturali. Con la Convenzione, tale network ha guadagnato nuova visibilità. Tuttavia, l’idea di un patrimonio universale ha contraddizioni intrinseche così come le azioni per la sua tutela. Tra l’impasse causata dalla globalizzazione, da un modello di turismo culturale a volte predatorio, oltre che dalle innumerevoli differenze culturali, come stabilire un programma di collaborazione efficiente ed efficace? A partire dall’analisi di quei siti inclusi nella lista del patrimonio mondiale, presenti nelle Americhe e in Europa occidentale, si cerca la prova della esistenza e della riuscita di questa cooperazione lungo il corso della storia. Si seguiranno le azioni che son state condotte in virtù di questi accordi all’interno di diversi contesti e tempi e che hanno cercato di stabilire una rete di protezione per i beni culturali. Attraverso uno sguardo orizzontale, questi fatti e azioni ci mostrano oggi un possibile percorso: capire la tutela del patrimonio culturale attraverso una logica di sistema e una modalità integrata.ita
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
dc.subjectpatrimônio mundialpor
dc.subjectcooperação internacionalpor
dc.subjectUnescopor
dc.titlePreservação em sistema: patrimônio mundial entre as Américas e a Europapor
dc.typeTesepor
dc.publisher.departmentFaculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)por
dc.publisher.programArquitetura e Urbanismopor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::FUNDAMENTOS DE ARQUITETURA E URBANISMO::HISTORIA DA ARQUITETURA E URBANISMOpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO::PROJETO DE ARQUITETUTA E URBANISMOpor
dc.description.resumoEm 1972 era assinada a Convenção de Proteção do Patrimônio Mundial. O ato institucionalizou a ideia de um patrimônio para a humanidade, que começou a ser visualizada anos antes, após a I Guerra Mundial. Ainda antes disso, arquitetos, historiadores, arqueólogos, antiquários atuavam em uma rede em prol da preservação do patrimônio. Com a Convenção, tal rede ganhou nova projeção. No entanto, a ideia de um patrimônio universal tem contradições intrínsecas, bem como as ações para sua preservação. Em meio aos impasses causados pela globalização, a um turismo cultural por vezes predatório e a inúmeras diferenças culturais, como estabelecer uma cooperação eficiente e efetiva? A partir de sítios presentes na Lista do Patrimônio Mundial, localizados nas Américas e na Europa ocidental, buscamos indícios dessa cooperação ao longo da história, seguida de ações realizadas em diferentes cenários e épocas procurando estabelecer uma rede de proteção. Com um olhar horizontal, tais fatos e ações nos mostram um caminho possível: entender a preservação em sistema, e de forma integrada.por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9557341941443584por
dc.contributor.advisor1Mota, Carlos Guilherme Santos Serôa da
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5519730777860696por
dc.contributor.referee1Machado, Lucio Gomes
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8865894308602036por
dc.contributor.referee2Alambert Junior, Francisco Cabral
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2455041948114312por
dc.contributor.referee3Carrilho , Marcos José
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/3507929561841039por
dc.contributor.referee4Caldana Junior, Valter Luis
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/3507929561841039por
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/14241/Mariana%20de%20Souza%20Rolim.pdf.jpg*
dc.bitstream.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3259/5/Mariana%20de%20Souza%20Rolim.pdf
dc.keywordspatrimonio mondialeita
dc.keywordscollaborazione internazionaleita
dc.keywordsUnescoita


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto