O universo humanizado de Murilo Rubião

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2008-02-18
Autores
Martins, Verônica Nogueira
Orientador
Bridi, Marlise Vaz
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Trevisan, Ana Lúcia
Jacoto, Lilian
Programa
Letras
Resumo
Sabe-se que o Modernismo inicia em 1922, com a Semana de Arte Moderna. A partir desse movimento, a literatura brasileira é constituída, ao longo dos anos, por uma série de correntes ecléticas: geração de 45, concretismo, poesia marginal, regionalismo, nouveau roman, entre outros. É nesta atmosfera contemporânea que surge no âmbito ficcional o escritor mineiro Murilo Rubião. Sua obra intimista parte de uma literatura fantástica humanizada para representar a angústia do homem moderno diante dos problemas sociais e psicológicos. Para melhor entender a obra de Murilo Rubião, percorremos vários caminhos. Para o estudo da literatura fantástica, pesquisamos suas vertentes entre estranho, maravilhoso, mágico, sobrenatural e humanístico, bem como inúmeras obras independentes de sua estrutura desde os textos da Antiguidade Clássica até a atualidade, sempre buscando encontrar no fantástico contemporâneo as respostas para o universo muriliano: o insólito, o supra-real, o não-real, o irreal que aparece sem surpresas, a fim de representar o absurdo da condição humana em confronto com a realidade repressora.
Descrição
Palavras-chave
Murilo Rubião , literatura fantástica , fantástico humanizado , Murilo Rubião , literatura fantástica , fantástico humanizado
Citação
MARTINS, Verônica Nogueira. O universo humanizado de Murilo Rubião. 2008. 104 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2008.