Estudo dialógico da personagem mãe como agente de transformação social em Domingos Pellegrini, Máximo Gorki e Bertold Brecht

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2007-12-14
Autores
Bernardo, Camila Maria
Orientador
Cury, José João
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Alvarez, Aurora Gedra Ruiz
Jacoto, Lilian
Programa
Letras
Resumo
O exame das quatro obras que compõem esta análise - o conto brasileiro Mãe , de Domingos Pellegrini, o romance russo A Mãe , de Máximo Gorki e as peças de teatro do alemão Bertolt Brecht Os Fuzis da senhora Carrar e A Mãe , releitura do romance de Gorki - visa a promover uma discussão acerca do dialogismo existente entre gêneros literários, épocas e nacionalidades diversos. A base desta investigação de cunho dialógico está na personagem mãe, topos literário, de modo mais preciso, no processo de metamorfose pelo qual a personagem passa. Intenciona-se, portanto, corroborar sua função de agente transformador social no campo literário. Instaura-se, por conseguinte, a questão da Formação Ideológica, à medida que a função literária de reordenação e transformação da sociedade é posta em evidência.
Descrição
Palavras-chave
dialogismo , formação ideológica , mãe , dialogism , ideology formation , mother
Citação
BERNARDO, Camila Maria. Estudo dialógico da personagem mãe como agente de transformação social em Domingos Pellegrini, Máximo Gorki e Bertold Brecht. 2007. 143 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2007.