Adaptação e desenvolvimento de instrumentos para avaliação de crianças e adolescentes com TDAH, análise de perfil neuropsicológico e relação com desempenho funcional

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2014-08-12
Autores
Trevisan, Bruna Tonietti
Orientador
Capovilla, Alessandra Gotuzo Seabra
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Carreiro, Luiz Renato Rodrigues
Macedo, Elizeu Coutinho de
Reppold, Caroline Tozzi
Brietzke, Elisa
Programa
Distúrbios do Desenvolvimento
Resumo
O TDAH é um distúrbio que atinge de 3 a 5% de crianças em idade escolar. Apesar de evidências de comprometimento cognitivo em tal transtorno, seu diagnóstico ainda é predominantemente clínico. Importantes processos neuropsicológicos têm sido implicados no TDAH, incluindo déficits de funções executivas (FE), de regulação do estado e aversão à demora. No entanto, ainda não foi esclarecido se estes três fatores constituem vias independentes para explicação do TDAH ou, ainda, como se estabelece a relação entre tais fatores e o TDAH. Além da investigação de tais relações, se faz necessário verificar quais são as implicações funcionais da presença dos sintomas e dos déficits neuropsicológicos, visto que intervenções adequadas podem ser convenientemente conduzidas. Contudo, não há no Brasil estudos que buscaram desenvolver instrumentos válidos e precisos com o objetivo de avaliar regulação do estado e aversão à demora em crianças, bem como medidas mais ecológicas de FE. Os objetivos do presente projeto são traduzir, adaptar e desenvolver instrumentos para avaliação de crianças e adolescentes com TDAH; analisar o perfil neuropsicológico em termos de funções executivas, regulação e aversão à demora; bem como investigar a relação entre o transtorno, o perfil neuropsicológico, a sintomatologia, o desempenho acadêmico e o desempenho comportamental. Para tanto, o presente projeto foi desenvolvido por meio de três estudos: Estudo 1 Traduzir, adaptar e buscar evidências de validade e precisão do CHEXI, enquanto medida ecológica de FE; da Tarefa de Regulação, como medida de regulação do estado; e do Teste de Aversão à Demora (TAD), para avaliação de aversão à demora. Participaram 408 crianças, dos 4 aos 7 anos, estudantes do Ensino Infantil e primeiro ano do Ensino Fundamental de escolas municipais da Grande São Paulo, bem como seus professores e pais. Estudo 2 desenvolver uma nova tarefa de aversão à demora, outra de regulação do estado e um inventário que abrangesse diferentes facetas de FE (IFERI), para serem respondidas pelos pais e professores. Participaram um total de 332 crianças e adolescentes, entre 5 e 14 anos de idade, de ambos os sexos, estudantes do 1º ao 9º ano de uma escola pública e duas escolas particulares de São Paulo. Estudo 3 - verificar a heterogeneidade do TDAH, tanto em termos de desempenho neuropsicológico quanto em relação a desempenho acadêmico e comportamental, em 62 crianças e adolescentes (50% com diagnóstico de TDAH e 50% controles pareados em termos de idade, sexo e escolaridade), entre 7 e 14 anos de idade, de ambos os sexos, estudantes de escolas públicas e particulares. Resultados do estudo 1:Os índices de consistência interna da CHEXI foram excelentes (alfa de Cronbach de 0,94 respondidos pelo pai e 0,98 pelos professores; coeficiente de Spearman-Brown foi de 0,92 e 0,96 para pais e professores, respectivamente). A análise fatorial exploratória revelou dois fatores para a CHEXI (fator geral para FE e outro representando autorregulação e controle inibitório). Assim, a validade fatorial não foi a inicialmente almejada. Deste modo, realizou-se um Estudo 2: todas as três novas medidas alcançaram excelentes índices consistência interna e a análise fatorial exploratória da IFERI revelou as cinco dimensões desejadas (memória de trabalho, flexibilidade cognitiva, controle inibitório, aversão à demora e regulação do estado). Resultados do estudo 3: Análises U de Mann- Whitney revelaram diferenças entre os grupos clínico e controle na maior parte da medidas e Análises de Correlação de Spearman indicaram relação entre o desempenho neuropsicológico, funcional, sintomatológico e funcional, evidenciando a importância da caracterização do TDAH sob ponto de vista dimensional.
Descrição
Palavras-chave
Síndrome do déficit de atenção (TDAH) , avaliação neuropsicológica , desempenho funcional , instrumentos de avaliação , ADHD , neuropsychological assessment , functional performance , assessment tools
Citação
TREVISAN, Bruna Tonietti. Adaptação e desenvolvimento de instrumentos para avaliação de crianças e adolescentes com TDAH, análise de perfil neuropsicológico e relação com desempenho funcional. 2014. 154 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2014.