Competências em negócios sociais : análise de narrativas das experiências de um grupo de empreendedores do Estado de Alagoas

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2016-05-05
Autores
Pinto, Ibsen Mateus Bittencourt Santana
Orientador
Brunstein, Janette
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Bido, Diógenes de Souza
Domenico, Silvia Russi de
Comini, Graziella Maria
Amaro, Rubens de Araújo
Programa
Administração de Empresas
Resumo
Trata-se de uma pesquisa ancorada na abordagem interpretativista dos estudos em competências que se propôs a estudar o fenômeno do desenvolvimento da competência de empreendedores sociais enquanto um processo de “vir a ser” (SANDBERG; DALL'ALBA, 2006; SANDBERG; PINNINGTON, 2009). Para tanto, analisam-se as trajetórias de um grupo de empreendedores de quatro empresas que vem conseguindo resultados reconhecidos publicamente no Estado de Alagoas, destacando as experiências vivenciadas no percurso, desde a constituição do negócio à sua consolidação. Uma questão central norteou a tese: considerando as experiências de um grupo de empreendedores sociais, o que se pode apreender sobre o processo de desenvolvimento de suas competências que permitiram alcançar impacto social e sustentabilidade financeira? A análise de narrativas foi definida como proposta de investigação. As entrevistas narrativas foram a principal estratégia de construção dos dados, seguida de análise documental. Os dados construídos foram interpretados a partir da proposta de análise temática de narrativa de Riessman (2008). Tomaram-se como objeto de estudo as experiências de 13 sócios fundadores de negócios sociais do estado de Alagoas, dois de base tecnológica e dois da área da saúde. Como resultado, as experiências dos empreendedores apontaram o fluxo com que os aspectos constituintes da competência foram mobilizados no contexto e ressignificaram as ações, num processo de virem a ser empreendedores sociais. Cinco elementos centrais se revelaram nas narrativas construídas pelos sócios proprietários, ao contar a história da construção e consolidação do negócio, e como desenvolveram competências que os levaram ao reconhecimento público e à autossustentabilidade financeira, são eles: o contato direto dos sócios-proprietários com os problemas da realidade social; as condições materiais e humanas criadas por eles; o processo de se verem como empreendedores sociais; o compartilhamento de significados e o desenvolvimento de competências. Do ponto de vista das implicações teóricas, o que esses elementos constitutivos das narrativas mostraram é que, embora as empresas de base tecnológica e de serviços de saúde sejam muito diferentes, elas revelaram um fluxo muito semelhante no processo de virem a ser competentes. A forma como esses empreendedores contaram suas histórias e explicaram o desenvolvimento da competência individual e coletiva reflete, acima de tudo, a construção e consolidação de sua identidade como empreendedores sociais. Do ponto de vista das implicações práticas, o fluxo identificado com os elementos centrais pode servir de parâmetros de referência para as empresas nascentes e em desenvolvimento autoanalisarem sua própria trajetória, identificando os avanços na construção de uma identidade de negócio social, coletivamente, que fortaleça a competência do negócio. Do ponto de vista metodológico, destaca-se a utilização da pesquisa narrativa como proposta metodológica. Tal opção mostrou-se rica e interessante para compreender qualitativamente o fenômeno do desenvolvimento da competência em negócio social, permitindo revelar processos subjacentes à materialização das competências.
Descrição
Palavras-chave
competências em negócios sociais , negócios sociais , empreendedores socais , competência como vir a ser empreendedor , narrativas
Citação
PINTO, Ibsen Mateus Bittencourt.Santana Competências em negócios sociais : análise de narrativas das experiências de um grupo de empreendedores do Estado de Alagoas. 2016. 241 f. Tese (Administração de Empresas) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.