O domínio de atividades de vida autônoma e social referentes à alimentação de crianças surdocegas com fissura lábio palatal

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2006-08-23
Autores
Frederico, Carlos Eduardo
Orientador
Masini, Elcie Aparecida Fortes Salzano
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Programa
Distúrbios do Desenvolvimento
Resumo
Essa pesquisa consiste no depoimento de mães e professores sobre o domínio de atividades de vida autônoma e social referentes à alimentação de crianças surdocegas com fissura lábio palatal. A presente pesquisa fundamentou-se em estudos sobre a história da surdocegueira, seus principais aspectos, etiologias, a importância da comunicação e linguagem do surdocego, os modelos curriculares básicos que possam ser facilitadoras para a aprendizagem do surdocego em relação as suas atividades de vida autônoma e social, bem como para identificar como se estrutura a comunicação na organização das atividades de vida autônoma e social desta criança referentes a alimentação, buscando seu desenvolvimento pessoal e social, tendo em vista a sua independência e convivência social. Teve como objetivo analisar a intervenção da família e dos professores na aquisição dos hábitos alimentares e mostrar a importância dessa aquisição à família e sociedade. Para alcançar esses objetivos foi realizada a coleta de dados no setor do surdocego (CENTRAU) em Curitiba, por meio de entrevistas com mães e professores sobre as formas de como ocorre a alimentação dessas crianças. Buscou-se analisar o significado da amamentação e a relação da alimentação com a família e escola considerando sua influência cultural, social, psíquica e biológica no decorrer da vida do surdocego. O processo de análise ocorreu em três etapas: 1) leitura e releitura do material registrado, referentes às entrevistas; 2) organização dos dados em quadros referentes às respostas das mães e professores; 3) reflexão sobre os itens analisados nas duas etapas anteriores. A análise mostrou a falta de informações recebidas pelas mães após o nascimento da criança pelos profissionais da área médica, a falta de estímulos recebidos de forma adequada por esta criança, a falta de informações dos professores sobre esta criança sobre aquilo que poderia facilitar sua aprendizagem.
Descrição
Palavras-chave
surdocegueira , alimentação , atividades de vida autônoma e social , fissura lábio palatal , deafblindnes , feeding , daily life
Citação
FREDERICO, Carlos Eduardo. O domínio de atividades de vida autônoma e social referentes à alimentação de crianças surdocegas com fissura lábio palatal. 2006. 112 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2006.