Show simple item record

dc.contributor.advisorD’elboux, Roseli Maria Martins
dc.contributor.authorMazzante, Fabiana Marqui
dc.date.accessioned2019-12-19T17:25:39Z
dc.date.available2019-12-19T17:25:39Z
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/21106
dc.description.abstractUm aspecto que durante anos me inquieta, e me levou a estudá-lo mais a fundo durante meu TFG foi a pouca relevância que o patrimônio industrial possui na maior metrópole brasileira. As arquiteturas patrimoniais de uma maneira geral não possuem o rigor de preservação que merecem, contudo as mais notáveis da capital paulista - e aqui cito algumas: Catedral da Sé, Mercado Municipal, Museu do Ipiranga, Estação da Luz, Pinacoteca, Teatro Municipal, etc - fazem uso de uma cota no orçamento municipal destinado à elaboração de trabalhos de restauro e manutenção. Estão sempre presente em roteiros sobre a história de São Paulo e eventos culturais, além de serem apreciados e respeitados pela maioria da população que os conhecem. Isso posto, me questiono porque o mesmo não se pode dizer do remanescente patrimônio industrial da metrópole paulista. O pouco que ainda resta - pois muitos sítios industriais acabaram sendo reduzidos a cinzas pelos tratores do mercado imobiliário - encontra-se em lastimável estado de conservação, em sua maioria abandonados e jogados à mercê de vândalos e da ação do tempo. Localizados principalmente nos antigos bairros operários da Mooca, Brás, Belém, Barra Funda e Pompéia, esses remanescentes a partir da década de 1960 passam a sofrer com o esvaziamento e decadência das atividades fabris devido à transferência de suas sedes para regiões periféricas da cidade. De lá para cá, poucos investimentos foram destinados para obras de conservação e restauro desses bens e a proteção de alguns exemplares somente ocorreu depois de reivindicações de grupos de moradores e defensores da causa que conseguiram que o processo de tombamento² de alguns conjuntos avançassem. Muitos remanescentes foram assegurados por órgãos de preservação nas instâncias municipal e estadual. Isso representou uma vitória para a sociedade, pois de alguma forma esses testemunhos tão relevantes no processo de industrialização - que culminaram no grande desenvolvimento econômico da cidade de São Paulo - não poderão ser demolidos. Sem o crescimento proporcionado pela atividade industrial, o maior centro financeiro da América Latina talvez não tivesse atingido tal nível de importância.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.subjectarquiteturapt_BR
dc.subjectpatrimônio industrialpt_BR
dc.subjectMoocapt_BR
dc.subjectmemóriapt_BR
dc.titlePatrimônio industrial na Mooca : um resgate à memóriapt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)pt_BR
dc.date.qualified2019-06-17


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record