Show simple item record

dc.contributor.advisorFrascino, Tito Livio
dc.contributor.authorKanaoka, Gabriela Ramos
dc.date.accessioned2019-08-05T17:19:39Z
dc.date.available2019-08-05T17:19:39Z
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19988
dc.description.abstractA região do Largo da Batata está localizada no bairro de Pinheiros, considerado o mais antigo de São Paulo. Desde seus primórdios até os dias de hoje, o cenário do local veio se modificando, podendo-se dizer que, de um isolado meio rural, transformou-se em uma centralidade urbana. Desta forma, este local conhecido como Largo da Batata pode ser considerado intrigante, cheio de contrastes e incertezas, que acabam levantando a algumas questões como: por que uma área tão grande permanece vazia e sem aproveitamento em uma cidade onde há tantos cheios? Por que a falta de interesse no local? Seria desinteresse da própria população ou também do governo? Esta praça não poderia ser considerada um resíduo para cidade? E um potencial? Estas, assim como outras questões, podem ser levantadas e, ao longo do trabalho, tentarão ser esclarecidas.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.subjectarquiteturapt_BR
dc.subjectLargo da Batatapt_BR
dc.subjectSão Paulopt_BR
dc.subjectcentralidade urbanapt_BR
dc.subjectespaço públicopt_BR
dc.titleLargo da Batata : o (des)uso do espaço público e o estabelecimento de uma nova centralidadept_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)pt_BR
dc.date.qualified2018-12-12


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record