Comunidades vulneráveis : um direito à cidade : diretrizes para projetos no centro de São Paulo

Imagem de Miniatura
Tipo
TCC
Data
2018-12
Autores
Ferreira, Carolina Mello Cotrim
Orientador
Castro, Afonso Celso Vanoni de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Programa
Resumo
O texto se inicia com um breve histórico das questões sociais e dinâmicas que envolvem o tema tratado, abordando as populações vulneráveis no centro de São Paulo e o processo urbano que as originou, ressaltando sua relação com conflitos estruturais no contexto da Cidade de São Paulo. É introduzida a questão da habitação na Luz, com uma análise do perfil dos moradores e necessidades específicas para as habitações na área. Para aprofundar o estudo foram selecionados conceitos que constituem o referencial teórico e podem ajudar a entender as dinâmicas da área. São eles: terrain vague definido por Sola Morales, direito à cidade por David Harvey, volta ao local por Olivier Mongin e habitação como fator de vitalidade urbana por Claudio Acioly e Forbes Davidson. Como método de estudo foi feita uma análise projeto Nova Luz em relação ao Plano Diretor Estratégico para o município de São Paulo, e também foi comparado a um processo horizontal, isto é, conforme proposto pelo Fórum Aberto Mundaréu da Luz. Após essa análise de projetos pretendemos definir diretrizes para projetos no centro de São Paulo. Para finalização da pesquisa foi proposto, como exercício projetual, a elaboração de um anteprojeto próximo à Estação da Luz que busca se aproximar das diretrizes e ideias discutidas no texto, a partir da reconversão de vazios urbanos, com criação de espaços públicos, espaços de trabalho e de habitação, numa proposta que possa se converter num padrão de expansão urbana para áreas com características semelhantes.
Descrição
Palavras-chave
arquitetura , cidades , comunidades
Citação