Inertização de tinta offset em cerâmica

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2017-11-10
Autores
Pereira, Juliana Alves Luiz
Orientador
Munhoz Junior, Antônio Hortêncio
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Miranda, Leila Figueiredo de
Wiebeck, Helio
Programa
Engenharia de Materiais
Resumo
O presente estudo teve o objetivo de intertizar resíduos de tinta offset em material cerâmico, pois alguns resíduos de tintas gráficas offset são considerados como perigosos pela NBR10004, por conter materiais tóxicos em sua composição, como o chumbo e o antimônio. Utilizando planejamento fatorial observou-se que a adição de resíduo não causou grandes alterações na porosidade real e porosidade aparente da cerâmica sinterizada. Por meio dos resultados obtidos observou-se que tanto a 1100°C quanto a 1200°C os corpos de prova inertizaram os metais pesados pois não ocorreu lixiviação dos metais em ensaio segundo a norma pela norma ABNT NBR 10005:2004. A incorporação de resíduo a massa cerâmica é economicamente viável e socio-ambiemtalmente favorável, pois diminui o custo do resíduo de tinta a ser descartado bem como evita seu descarte no meio ambiente.
Descrição
Palavras-chave
inertização , resíduo , argila , metais pesados , tinta offset
Citação
PEREIRA, Juliana Alves Luiz. Inertização de tinta offset em cerâmica. 2017. 76 f. Dissertação( Engenharia de Materiais) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.