A influência da reforma Luterana no processo de formação do estado-nação alemão

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2009-02-17
Autores
Bertolla, Mariana Pimenta
Orientador
Liberal, Márcia Mello Costa de
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Pereira, João Baptista Borges
Mercado, Martha
Programa
Ciências da Religião
Resumo
A dissertação analisa a influência política da Igreja no Estado, tema polêmico com raízes de grande profundidade na história, principalmente no período de formação dos Estados, quando a Igreja possuía muitas riquezas e poder e dominava a instrução, influenciando a base política e infiltrando as autoridades seculares. A partir dessa realidade, o objetivo desse estudo é fornecer uma visão, de uma forma geral, de como a Reforma Protestante influenciou a política, especificamente na Alemanha e em seu processo tardio de unificação. Procura-se compreender como a cisão da Igreja, a partir da Reforma Protestante, gerou conseqüências no mundo político. Para analisar o papel do protestantismo na formação do Estado-nação alemão, analisa-se um histórico da Igreja Católica, mostrando a sua evolução e como, no período medieval, se tornou uma instituição independente e autônoma, possuidora de diversas terras, riquezas e do monopólio do conhecimento. Uma instituição capaz de exercer grande influência política e social, tanto no povo como nas autoridades seculares. A pesquisa se organiza a partir do seguinte problema central: há, de fato, uma real influência do protestantismo na formação do Estado-nação alemão? Com base em argumentos históricos e teológicos, a hipótese sugerida é que o protestantismo exerceu influência na formação do pensamento político moderno, mais especificamente na própria formação do conceito de Estado-nação alemão, a partir de constatações como: o real poder exercido pela Igreja Católica no governo dos territórios europeus, influência esta que se estendeu ao luteranismo na cisão do cristianismo, principalmente quando este foi utilizado por príncipes que buscavam autonomia regional, o que levou ao fortalecimento da segregação interna dos territórios que viriam a constituir a Alemanha.
Descrição
Palavras-chave
reforma protestante , luteranismo , estado-nação alemão , política , protestant reformation , Lutheranism , german nation , politics
Citação
BERTOLLA, Mariana Pimenta. A influência da reforma Luterana no processo de formação do estado-nação alemão. 2009. 109 f. Dissertação (Mestrado em Religião) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2009.