Conversão e contra intuição no protestantismo brasileiro, uma leitura a partir da psicologia social da religião.

Imagem de Miniatura
Tipo
Projeto de Pesquisa
Data
2011-03-23
Autores
Gomes, Antonio Maspoli De A.
Orientador
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Programa
Resumo
Principais objetivos do Projeto Inicial: Objetivo geral: O objetivo geral deste projeto de pesquisa será analisar, mediante pesquisa empírica, os conceitos que descrevem os processos psíquicos responsáveis pela experiência religiosa da conversão no protestantismo histórico. Principalmente, aqueles relacionados às experiências cognitivas, sensoriais de emoções e ou sentimentos positivos / negativos em conformidade às experiências de contra-intuição em suas relações com construção das identidades do sujeito neste processo. Objetivos específicos: a) Avaliar sob a ótica da Psicologia Social da Religião, à luz da perspectiva cognitiva, o conceito de conversão no protestantismo histórico e na psicologia social; b) Avaliar se o termo conversão ainda é válido para se abordar a experiência religiosa de afiliação ao protestantismo histórico e ou, se esse termo pode ser substituído pelo conceito de adesão. c) Explicitar os fatores cognitivos e emocionais responsáveis pela conversão religiosa ao protestantismo histórico pelos adeptos de outras religiões, destacando os aspectos contra-intuivos positivos e ou negativos envolvidos no processo da conversão, tais cognições, experiências sensoriais positivas e ou negativas tais como sensações, emoções, etc.
Descrição
Palavras-chave
psicologia socia, contra intuição, conversão
Citação