Show simple item record

dc.contributor.advisorMoreira, Diogo Rais Rodrigues
dc.contributor.authorCosta, Bárbara Rodrigues
dc.date.accessioned2021-11-22T23:53:20Z
dc.date.available2021-11-22T23:53:20Z
dc.identifier.urihttps://dspace.mackenzie.br/handle/10899/28262
dc.description.abstractO presente artigo tem por objetivo analisar os principais aspectos de uma possível aplicação do mecanismo jurídico do direito de resposta em matéria eleitoral no âmbito virtual, em especial na seara das redes sociais. As mudanças tecnológicas alteraram a forma de expressar opinião, assim foi necessário que as instituições acompanhassem o desenvolvimento, respeitando os princípios norteadores da Constituição Federal, como por exemplo a liberdade de expressão. Desta forma, as mudanças trazidas pela legislação eleitoral e pelo Marco Civil da Internet alteraram a forma de aplicação do direito de resposta nos casos de jornais eletrônicos. Entretanto, atualmente o grande desafio é nos casos de ofensas geradas através de redes sociais e sua responsabilização, considerando as especificidades presentes nos referidos veículos virtuais.pt_BR
dc.formatTextopt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/*
dc.subjecteleiçãopt_BR
dc.subjectdireito de respostapt_BR
dc.subjectinternetpt_BR
dc.subjectredes sociaispt_BR
dc.titleO direito de resposta em matéria eleitoral nas redes sociaispt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Direito (FD)pt_BR
dc.publisher.initialsUPMpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.date.qualified2019-11-25


Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil
Except where otherwise noted, this item's license is described as Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Brazil