Assembleia de Deus e a educação formal no Brasil : aspectos históricos, sociais e teológicos

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2018-06-18
Autores
Bastos Filho, Atanael Ferreira
Orientador
Ribeiro, Lidice Meyer Pinto
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Bitun, Ricardo
Fajardo, Maxwell Pinheiro
Programa
Ciências da Religião
Resumo
As Assembleias de Deus se constituem como a maior denominação evangélica brasileira. No entanto, é possível notar determinada carência na área de trabalhos acadêmicos a respeito de sua história e desenvolvimento, isso, diante da dimensão institucional e tempo histórico de inserção em terras brasileiras. Consoante o exposto, o presente trabalho pretende descrever de forma objetiva o processo de inserção da Assembleia de Deus no Brasil e seu não envolvimento com a educação. Para tanto, utilizamos três abordagens metodológicas de análise para esta dissertação, afim de confirmar as hipóteses levantadas anteriormente no desenvolvimento do projeto, a saber, a partir de aspectos históricos, sociais e teológicos. Temos como objetivo fazer uso destes pilares descrever os envolvimentos educacionais relacionados as AD’s como forma metodológica. Com isso, utilizamos de referenciais teóricos dos campos da Sociologia, Antropologia, História, bem como das Ciências da Religião. O trabalho se configura de natureza descritiva, fazendo uso de trabalhos relacionados na área a partir de uma análise qualitativa, tendo em vista que temos um grupo específico a ser explorado, bem como, procuramos trabalhar também com ferramentas da pesquisa quantitativa, afim de fornecermos dados e números que corroboram a compreensão acerca de nosso objeto de pesquisa. É sabido que o maior patrimônio de uma instituição são as pessoas. Através da pesquisa, foi possível notar que a ausência das Assembleias de Deus em relação a educação formal no Brasil se deu por conta de múltiplos fatores, uma vez que não fazia parte da agenda deste grupo religioso o interesse inicial de se investir na prática educativa brasileira de forma direta, de modo que se torna inviável atribuir culpa aos seus fundadores. Diante disso, consideramos que muito embora as AD’s não tenham conseguido números quantitativos expressivos em relação a educação formal, ou mesmo qualitativos, como falado sobre os protestantes históricos, é importante destacar que a grande massa que compõe a igreja, conta hoje com muitos profissionais e estudantes universitários das mais diversas formas, assim, essa mudança de habitus nos estimula a refletir sobre o tema.
Descrição
Palavras-chave
Assembleia de Deus , pentecostalismo , protestantismo , educação
Citação
BASTOS FILHO, Atanael Ferreira. Assembleia de Deus e a educação formal no Brasil: aspectos históricos, sociais e teológicos. 2018. 97 f. Dissertação (Ciências da Religião) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .