A interação autor-aluno no livro didático à luz dos fundamentos da enunciação

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2015-11-24
Autores
Gomes, Juliana da Silva
Orientador
Hilgert, José Gaston
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Postal, Jairo
Tocaia, Luciano Magnoni
Programa
Letras
Resumo
A presente dissertação busca caracterizar, à luz dos fundamentos da enunciação, o volume 1 da coleção didática de língua portuguesa, do Projeto Apoema, de autoria das linguistas Lúcia Teixeira, Karla Faria, Silvia Maria de Sousa, publicado pela Editora do Brasil (2013). Escolhemos o livro didático como objeto de nosso estudo, já que temos interesse em questões que se voltam ao ensino geral de línguas e, em particular, ao ensino da língua portuguesa. O livro didático é, sem dúvida, uma ferramenta influente nesse ensino e, muitas vezes, o principal elemento estruturador das aulas. Por isso, desvendar os seus “segredos” sempre contribui para um olhar mais acurado do professor sobre o seu trabalho. Nosso estudo dará especial atenção a dois níveis de estruturação da obra referida: a forma de interação autor/autores-aluno/alunos o trabalho com os textos selecionados para cada unidade do livro. A análise que faremos terá um objetivo geral e seis objetivos específicos. O objetivo geral é buscar a configuração enunciativa global do livro. E os objetivos específicos são: a) identificar o narrador, para verificar-se ele se apresenta em primeira ou em terceira pessoa, definindo assim, os efeitos de sentido que uma ou outra escolha produz) identificar o modo como está marcado o narratário nos textos, verificando os efeitos de sentido que as diferentes marcações produzem; c) observar se os textos são enunciativos ou enuncivos, explicando as razões e as consequências que produz uma ou outra escolha; d) verificar se os textos são textos predominantemente figurativos ou temáticos e as razões de uma ou outra escolha; e) analisar se, do ponto de vista do plano de expressão, os textos são predominantemente verbais, sincréticos (verbais/não verbais) ou inteiramente não verbais, esclarecendo os motivos dessas opções no contexto das unidades analisadas e da obra como um todo; e f) verificar se os textos vêm marcados por recursos que produzem efeitos de oralidade, definindo a pertinência desses efeitos no conjunto da obra. Cremos que, alcançados esses objetivos, teremos a configuração enunciativa global do livro que, no dizer das próprias autoras, visa a “desafiar o leitor a descobrir a riqueza da linguagem e o sentido que ela dá para o mundo”.
Descrição
Palavras-chave
livro didático , língua portuguesa , enunciação , enunciador , enunciatário , narrador , narratário
Citação
GOMES, Juliana da Silva. A interação autor-aluno no livro didático à luz dos fundamentos da enunciação. 2015. 100 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2015 .