Show simple item record

dc.creatorSouza, Luciana Ribeiro dept_BR
dc.date.accessioned2016-03-15T19:45:59Z
dc.date.accessioned2020-05-28T18:13:09Z
dc.date.available2014-06-06pt_BR
dc.date.available2020-05-28T18:13:09Z
dc.date.issued2013-11-26pt_BR
dc.identifier.citationSOUZA, Luciana Ribeiro de. O estabelecimento da cadeia referencial em português: uma análise em diferentes sequências textuais. 2013. 174 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2013.por
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/25325
dc.description.abstractThis dissertation analyzes, from the viewpoint of enunciative relations, referential chains in different textual sequences excerpts (narrative, descriptive and argumentative) of Brazilian novels. Anchored in functionalism (HALLIDAY 1964; 1973; 1978; 1989; HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004; DIK, 1997; NEVES, 2004, 2007), related with text linguistics and cognitive linguistics, this proposal analyzes language in function a textual-discursive view of grammar. In the realization of this research, it was established as central to the analysis the chain of endophoric reference and its triadic categories. In this proposal, it was aimed at verifying and interpreting: the different fillers for referential slots in the text (noun phrases, pronouns, ø); the relation between the filler of the referential slots and the creation and maintenance of the referential network; the interplay of enuncive-enunciative categories set up in this network, according to selected textual sequences from different novels of different literary periods. The verification had its focus on: in narrative sequences, the type of phoric filler used in reference to the characters; in descriptive sequences, the introduction and maintenance of phoric elements on the spatial construction of the descripted scenario. The results of the analysis showed, among other things, (i) in narrative sequences: the relevance of noun phrases in creating descriptive traits of characters; the non-canonical use of personal pronouns, which were used to introduce referents; (ii) in descriptive sequences: a great number of noun phrases and a very low number of pronominal forms and zeroes; the introduction of new referents associated with to the description of space; (iii) in argumentative sequences: in which, most of the times, the author opines, there is a special contribution . It was concluded that in any textual sequence there are elements that construct the referential chain, through which these elements are made part of the construction of the cohesive meaning of the utterance. However, it became evident that in different textual sequences and, specially, different novels from different literary periods are a conditioning factor to the construal and maintenance of referential chain in the text.eng
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulopt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectfuncionalismopor
dc.subjectreferenciaçãopor
dc.subjectcadeia referencialpor
dc.subjectsequências textuaispor
dc.subjectfunctionalismeng
dc.subjectreferenceeng
dc.subjectreferential chaineng
dc.subjecttextual sequenceseng
dc.titleO estabelecimento da cadeia referencial em português: uma análise em diferentes sequências textuaispor
dc.typeDissertaçãopor
dc.publisher.departmentLetraspor
dc.publisher.programLetraspor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApor
dc.description.resumoEste trabalho tem o objetivo de analisar, do ponto de vista das relações enunciativas, o estabelecimento da cadeia referencial em diferentes sequências textuais (narrativas, descritivas e dissertativas) do gênero romance, no Brasil. Numa perspectiva funcionalista (HALLIDAY 1964; 1973; 1978; 1989; HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004; DIK, 1997; NEVES, 2004, 2007) que aproveita desenvolvimentos da linguística do texto e da linguística cognitiva, a proposta se dirige à língua em função, numa visão discursivo-textual da gramática. Na realização da pesquisa, instituiu-se como campo central da análise a cadeia referencial endofórica, vista sob o ângulo da enunciação, com suas categorias triádicas. Nessa proposta, objetivou-se, especificamente, a verificação e a interpretação: dos diferentes preenchimentos fóricos das casas em que se opera a referenciação textual (sintagma nominal, pronome, zero); da relação entre o modo de preenchimento das casas e o modo de criação e manutenção da rede referencial; do jogo enuncivo-enunciativo que se monta nessa rede, segundo as sequências textuais selecionadas em romances de diferentes escolas literárias. A busca de verificação dirigiu-se para: nas sequências narrativas, o tipo de preenchimento fórico usado para referência às personagens e, em relação a isso, o grau de identificação dessas personagens, em correlação com esse tipo de preenchimento; nas sequências descritivas, a introdução e a manutenção dos elementos fóricos que contribuem para construção espacial das cenas em que se operam as descrições; nas sequências dissertativas, a introdução e a manutenção dos elementos fóricos usados na construção do ponto de vista do enunciador. Os resultados dessas análises, dentre outras coisas, mostram (i) nas sequências narrativas: a relevância dos sintagmas nominais na composição descritiva das personagens; o uso não canônico do pronome pessoal que apareceu, mais de uma vez, introduzindo referente; (ii) nas sequências descritivas: uma proporção muito maior de sintagmas nominais e, em contrapartida, um número pouco significativo de pronome ou da referenciação textual zero; a introdução de novos referentes associada à descrição do espaço; (iii) nas sequências dissertativas: em que, na maioria das vezes, o autor introduz sua opinião, uma contribuição especial do conhecimento do contexto de situação para a construção do sentido do texto. Dentro da proposta aqui instituída, conclui-se que qualquer que seja a sequência textual, nela há elementos que constituem uma rede referencial, pela qual entram na constituição da coesão e de todo o sentido do enunciado. Entretanto, ficou evidente que diferentes sequências textuais e, especialmente, diferentes inserções das obras e dos autores em diferentes contextos de situação condicionam conduções específicas na montagem das cadeias referenciais textuais.por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9534331524541645por
dc.contributor.advisor1Neves, Maria Helena de Mourapt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7763723797874715por
dc.contributor.referee1Elias, Vanda Maria da Silvapt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5556032934598086por
dc.contributor.referee2Batista, Ronaldo de Oliveirapt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/4540894174449403por
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/4193/Luciana%20Ribeiro%20de%20Souza.pdf.jpg*
dc.bitstream.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/2193/1/Luciana%20Ribeiro%20de%20Souza.pdf


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record