Shock advertising: linguagem da publicidade social cubana e brasileira atual: o caso da publicidade audiovisual de trânsito

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2017-08-11
Autores
Hernández, Yadir González
Orientador
Atik, Maria Luiza Guarnieri
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Muraro, Marlon Luiz Clasen
Martins, Valéria Bussola
Saldanha, Patrícia Gonaçalves
Hoff, Tania Marcia Cezar
Programa
Letras
Resumo
A publicidade social – de conteúdo e objetivos sociais – vem sendo amplamente utilizada há anos, não apenas no seu berço, isto é, nos países desenvolvidos, mas também, e cada vez com maior força, nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, dado o valor educativo desse tipo de comunicação persuasiva, bem como a variedade de causas sociais para as quais pode contribuir nessas regiões. Paradoxalmente, a reflexão teórica sobre esse fenômeno comunicativo não consegue acompanhar o seu rápido desenvolvimento, sendo ainda insuficientes as sistematizações científicas sobre o mesmo (ALVARADO, 2003). Em particular, sua linguagem constitui um objeto de estudo de especial interesse, ao apresentar códigos ainda não totalmente estabelecidos, enquanto procura ganhar em distinção em relação à propaganda política e à publicidade comercial. Inserida na área de concentração “Estudos discursivos e textuais”, especialmente na linha de pesquisa “Língua, literatura e sociedade: discurso na comunicação, discurso religioso, discurso pedagógico, discurso político”, do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a presente pesquisa propõe um estudo comparado da linguagem da publicidade social cubana e brasileira atual, com base no caso da publicidade audiovisual de trânsito, de uma perspectiva interdisciplinar que reúne aportes teóricos de Comunicação e de Letras. O estudo visa identificar as zonas de convergência e divergência entre os traços que tipificam a linguagem da publicidade social em cada país. Com base nos resultados da análise comparativa, objetiva-se, paralelamente, a determinação daquelas áreas potenciais de mudança que, em perspectiva, possibilitariam um ajuste da linguagem da publicidade social cubana às transformações que o país vem experimentando com a progressiva atualização de sua política econômica e social. Constatou-se que a linguagem da publicidade social cubana e brasileira atual apresenta traços em comum, como a proximidade das suas representações com relação ao referente, o recurso ao apelo ao medo e o predomínio do viés emocional sobre o racional. Em compensação, a brasileira se destaca por ser mais próxima do receptor e muito mais elaborada, em termos retóricos e audiovisuais, enquanto que a cubana exibe um estilo mais direto e um tom mais impositivo, que podem colocar em risco a capacidade persuasiva do anúncio e impedi-lo de estabelecer uma conexão eficaz com o público.
Descrição
Palavras-chave
publicidade social , linguagem publicitária audiovisual , publicidade de trânsito , publicidade brasileira , publicidade cubana
Citação
HERNÁNDEZ, Yadir González. Shock advertising: linguagem da publicidade social cubana e brasileira atual: o caso da publicidade audiovisual de trânsito. 2017. 160 f. Tese (Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo .