Inclusão de alunos com deficiência nas aulas de educação física escolar em escolas públicas municipais de Fortaleza (CE)

Imagem de Miniatura
Tipo
Tese
Data
2012-12-13
Autores
Gomes, Ana Elizabeth Gondim
Orientador
Mazzotta, Marcos José da Silveira
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Bueno, José Geraldo Silveira
Rodrigues, Graciele Massoli
Assis, Silvana Maria Blascovi de
Carvalho, Sueli Galego de
Programa
Distúrbios do Desenvolvimento
Resumo
A Educação Física Escolar é disciplina de fundamental importância para o desenvolvimento de crianças e adolescentes. A política educacional brasileira se norteia pelo princípio da inclusão escolar ou educação inclusiva, abrangendo toda a diversidade de alunos, especialmente na escola pública. Nesse alunado, estão também os que têm alguma deficiência e apresentam necessidades educacionais especiais. Com esta investigação, procurou-se analisar como ocorre o processo de inclusão de alunos com deficiência nas aulas de Educação Física sob o ponto de vista dos professores, bem como identificar as principais necessidades docentes para o desenvolvimento de um trabalho satisfatório em relação à inclusão de alunos com deficiência física, visual, auditiva, intelectual ou múltipla. Para tanto, foi realizada pesquisa em quatro das seis Secretarias Executivas Regionais de Fortaleza (CE), envolvendo 88 professores de Educação Física que tinham algum aluno com alguma dessas deficiências. Adotaram-se abordagens qualitativa e quantitativa, tendo como instrumentos de coleta de dados um questionário, contendo questões abertas e fechadas, respondido por todos, bem como entrevista semi estruturada com 10% dos participantes. Os resultados apontaram importantes fatores relacionados ao processo de inclusão dos alunos com deficiência, tais como: o maior número de professores, o percentual de 33% dos professores apresentou conhecimento moderado sobre a deficiência do seu aluno; 40,9% consideram moderada a participação de pais ou responsáveis no cotidiano escolar do aluno com deficiência; 42% recebem muito apoio da escola no desempenho de suas atividades didáticas e se preocupam completamente com as peculiaridades do seu aluno com deficiência; 39,8% respeitam os seus limites e dificuldades e avaliam como moderada a participação dos alunos em suas aulas. Conclui-se que o tipo de deficiência e o grau de limitação do aluno está diretamente proporcional ao nível de participação nas aulas e que o interesse e a criatividade do professor, grau de instrução e conhecimento, a estrutura da escola e o apoio dos pais ou responsáveis são significativos para a inclusão escolar proveitosa. Acredita-se que os resultados obtidos poderão subsidiar importantes decisões relativas a Educação Física Escolar, tanto de gestores educacionais e escolares, quanto dos professores, pais, familiares e alunos.
Descrição
Palavras-chave
alunos com deficiência , escola pública , inclusão escolar , necessidades educacionais especiais , professores de educação física , students with disabilities , public school , scholar inclusion , special educational needs , physical Education teachers
Citação
GOMES, Ana Elizabeth Gondim. Inclusão de alunos com deficiência nas aulas de educação física escolar em escolas públicas municipais de Fortaleza (CE). 2012. 147 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.