Desenvolvimento de competências no contexto da diversidade nas organizações: um estudo sobre os desafios dos gestores frente à inclusão da pessoa com deficiência

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2008-02-14
Autores
Serrano, Claudia Aparecida
Orientador
Brunstein, Janette
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Saeta, Beatriz Regina Pereira
Comini, Graziella Maria
Programa
Administração de Empresas
Resumo
Este estudo tem como principal objetivo analisar a experiência de gestores na inclusão de pessoas com deficiência (PcDs) em suas equipes de trabalho. A intenção foi descobrir qual o significado que tais gestores atribuem ao termo inclusão e de que forma tal significado vem se traduzindo em práticas inclusivas. Pretendeu-se, com isto, identificar os processos de aprendizagem decorrentes da experiência da inclusão que dão suporte ao desenvolvimento da competência dos gestores em tratar com o universo da PcD. Trata-se de um estudo exploratório, conduzido pelo método qualitativo interpretativo básico, proposto por Merriam. Os dados foram coletados em cinco empresas multinacionais distintas, dos segmentos: agronegócios, automotivo, editorial, energia e tecnologia diesel, por meio de entrevistas em profundidade, semi-estruturadas, realizadas com gestores que têm PcDs em suas equipes há pelo menos um ano; com as PcDs a eles subordinadas; e com os responsáveis pelo Programa de Inclusão de cada empresa. O tratamento dos dados coletados seguiu a proposta de interpretação do conteúdo da informação textual de Gil Flores. Para a realização deste estudo, recorreu-se aos seguintes autores e teorias: para discutir diversidade, Cox Jr.; como referência ao conceito de inclusão e deficiência, Sassaki e Amaral; quanto à noção de identidade social, Tajfel; e, para discutir competências e aprendizagem, Sandberg, Cheetham e Chivers, Kolb, entre outros. A análise dos dados revelou que, para os gestores, o ato de incluir está mais relacionado à questão da justiça social do que à idéia de empoderamento da PcD. Tal interpretação os levou a priorizar o desenvolvimento de dois tipos de competências: comportamentais e éticas e valores. O principal processo de aprendizagem identificado para o desenvolvimento dessas competências foi o vivencial, o que levou os gestores a revisarem seus conceitos, questionarem e modificarem suas crenças, e, em conseqüência dessa reflexão, revisarem sua forma de gerenciar. O trabalho ora apresentado pretendeu ampliar o conhecimento e aprofundar a discussão sobre o tema a partir de uma nova perspectiva: o gestor como agente de inclusão.
Descrição
Palavras-chave
competências , aprendizagem , diversidade , inclusão , pessoas com deficiência , competence , learning , diversity , engaging , people with disability
Citação
SERRANO, Claudia Aparecida. Desenvolvimento de competências no contexto da diversidade nas organizações: um estudo sobre os desafios dos gestores frente à inclusão da pessoa com deficiência. 2008. 197 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2008.