Show simple item record

dc.contributor.advisorMeirelles, Dimária Silva e
dc.contributor.authorPinto, Luiz Fernando Gomes
dc.date.accessioned2016-03-15T19:25:48Z
dc.date.accessioned2020-05-28T18:03:51Z
dc.date.available2007-08-02
dc.date.available2020-05-28T18:03:51Z
dc.date.issued2007-03-01
dc.identifier.citationPINTO, Luiz Fernando Gomes. Empreendedorismo e desempenho empresarial das pequenas empresas do setor de serviços: um estudo do segmento de serviços de alimentação. 2007. 95 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2007.
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/23390
dc.description.abstractO setor de serviços ocupa uma posição de destaque na economia mundial e no Brasil, país no qual o setor respondeu por mais da metade do valor adicionado em 2004. Especificamente as micro e pequenas empresas (MPEs) obtiveram uma expansão de cerca de 25% entre 2000 e 2004. No entanto, o despreparo dos empresários iniciantes leva mais da metade das MPEs a encerrarem suas atividades nos dois primeiros anos, assim como contribui para um baixo nível de inovação. O processo inovador de uma empresa compreende a realização de atividades inovativas, como o investimento em ativos (máquinas, equipamentos, edificações, terrenos e ampliações) e o treinamento dos funcionários, ambos indicadores que podem ser utilizados para aferir o nível de atividade inovadora da empresa. O presente estudo tem como objetivo investigar se as pequenas empresas empreendedoras do segmento de serviços de alimentação que realizam atividades inovativas apresentam um desempenho empresarial (receita líquida e valor adicionado) superior às firmas que não realizam tais atividades. Paralelamente, pretende investigar se as empresas que praticam atividades inovativas pagam salários maiores que as firmas que não possuem tais atividades. Para a realização deste estudo de cunho quantitativo, utilizou-se a Base de Dados Paep 2001, pioneira no Brasil na pesquisa sobre inovação em serviços, assim como se tomou como fundamento os trabalhos da OECD sobre inovação em serviços, mais especificamente o Manual de Oslo, principal fonte internacional para a coleta e uso de dados sobre atividades inovativas. A conclusão a que se chegou no presente estudo é que as empresas da amostra estudada que realizam atividades inovativas, como investimento em ativo e treinamento, não têm um desempenho (receita líquida e valor adicionado) superior ao das empresas que não realizam tais atividades; assim como não pagam salários maiores do que as empresas que não realizam atividades inovativas. A conclusão reflete, em parte, a dificuldade encontrada pelos estudiosos do tema de determinar indicadores que captem os efeitos da inovação no desempenho da empresa, sobretudo no setor de serviços, em razão da heterogeneidade e complexidade das atividades do setor. Ademais, a base de dados sobre inovação em serviços no Brasil ainda está em processo de construção. Os dados disponíveis se referem apenas ao ano de 2001 e estão restritos ao Estado de São Paulo. Nesse sentido, recomendam-se novos estudos que contemplem o efeito da inovação no tempo bem como o uso de novos indicadores para aferir a relação entre atividades inovativas e o desempenho empresarial de pequenas empresas do setor de serviços, principalmente no que se refere a aspectos organizacionais e de mercado.
dc.description.abstractThe service sector plays a key role in the world economy and in Brazil, country in which it has accounted for more than a half of total value added in 2004. Specifically, the micro and small enterprises reached an expansion of almost 25% between 2000 and 2004. However, the lack of know-how of new business owners causes the mortality of more than a half of micro and small enterprises during the first two years; also, this lack of know-how contributes to a lower level of innovation. A company s innovation process consists of some innovative activities, such as the investment in assets (machinery, equipment, plants, and expansions) and the human resources training, both of them are indicators which can be used to measure the innovation level of firm. This work aims to examine if the entrepreneurial small-sized firms of food-service which have innovative activities presents a business performance (net income and value added) higher than the firms that do not have these kind of activities. Besides that, it intends to examine if the firms that have innovative activities pay higher salaries than the firms which do not have innovative activities. In order to do this quantitative study, it was used the Paep 2001 Database, the first survey in Brazil regarding the service innovation; also, it was based on the OECD works about service innovation, more specifically the Oslo Manual, the main international guidelines for collecting and interpreting innovation activities. The conclusion of this study is that the sample of firms which have innovative activities, such as investment in assets and training, do not have higher business performance (net income and value added) than the sample of firms that do not have this kind of activities; it also concludes, that these firms do not pay higher salaries in comparison to the sample of firms which do not have innovative activities. This conclusion reflects, in part, the difficulty found by the majority of researchers in determining indicators that capture the effects of innovation, mainly in the service sector, because of the heterogeneity and complexity of the activities of this sector; besides, the service innovation database in Brazil is still being constructed. The available data refers to the year of 2001 and is restricted to the state of São Paulo. Following this, it is recommended new studies with regard the innovation effects in time and the usage of new indicators in order to measure the relationship between innovative activities and business performance of small-sized firms of the service sector, mainly with respect the organizational and market aspects.
dc.formatapplication/pdf
dc.languagepor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenzie
dc.rightsAcesso Aberto
dc.subjectempreendedorismo
dc.subjectinovação em serviços
dc.subjectpequena empresa
dc.subjectentrepreneurship
dc.subjectinnovation in services
dc.subjectsmall enterprises
dc.titleEmpreendedorismo e desempenho empresarial das pequenas empresas do setor de serviços: um estudo do segmento de serviços de alimentação
dc.typeDissertação
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3744244681049950
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0475857286175034
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/2916/Luiz%20Fernando%20Gomes%20Pinto.pdf.jpg
local.contributor.board1Nassif, Vânia Maria Jorge
local.contributor.board1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6936403740310206
local.contributor.board2Andreassi, Tales
local.contributor.board2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8678896439466385
local.publisher.countryBR
local.publisher.departmentAdministração
local.publisher.initialsUPM
local.publisher.programAdministração de Empresas


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record