Construção de competências para o desenvolvimento regional sustentável: uma análise da experiência de uma instituição financeira pública

Imagem de Miniatura
Tipo
Dissertação
Data
2011-02-17
Autores
Barbosa, Adriana Costa
Orientador
Brunstein, Janette
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Membros da banca
Godoy, Arilda Schmidt
Dowbor, Ladislau
Programa
Administração de Empresas
Resumo
Nos últimos anos, os crescentes problemas socioambientais e a conseqüente responsabilização dos atores sociais a enfrentarem estes problemas têm feito com que as empresas, entre elas as instituições financeiras, caminhem no sentido de reposicionar suas estratégias empresariais de acordo com os princípios do desenvolvimento sustentável. Seguindo neste caminho, o BEP (nome fictício), uma instituição financeira pública, lançou o programa de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS), com a promessa de impulsionar o desenvolvimento sustentável nas regiões onde está presente. Para a viabilização deste programa, a instituição reconhece a necessidade de formar agentes corporativos preparados para assumir este desafio. Frente a este cenário, o presente estudo tem como objetivo compreender como ocorre o processo de desenvolvimento de competências de atores corporativos para implementação de projetos de DRS. Justifica-se a necessidade deste estudo para o avanço de discussões sobre competências numa perspectiva político-societal, uma vez que a construção do DRS é alavancada por meio de processos participativos e exige a articulação de atores sociais, bem como uma atuação socialmente responsável por parte dos profissionais. Trata-se, portanto, de abordar as competências em uma dimensão pouco explorada, que se preocupa, sobretudo, com a capacidade de os profissionais extrapolarem os limites da organização e identificarem de que maneira podem contribuir para o desenvolvimento das regiões e das respectivas comunidades, ampliando o sentido do trabalho para além de questões de geração de valor para as atividades da organização. Para responder aos objetivos propostos, foi conduzido um estudo de caso qualitativo. Já a análise de dados empregou o processo de análise textual interpretativa, proposta por Gil Flores (1994). Os resultados desta pesquisa sinalizam que ao desenhar um projeto educativo mesclando ações formais (programa de certificação interna em responsabilidade socioambiental e DRS, curso presencial sobre DRS e MBA Executivo em DRS) e informais (experiências de trabalho junto a comunidades carentes, vivências com grupos de produtores familiares, grupos de trabalho e fóruns de discussão), a BEP potencializou o desenvolvimento de competências, uma vez que as ações formais contribuíram com conhecimentos para guiar a atuação dos gestores e as ações informais auxiliaram no agir de acordo com as necessidades locais das comunidades. Para avançar em suas iniciativas de desenvolvimento de competências, a organização precisa investir na formação continuada dos gestores, a fim de melhorar a comunicação com os parceiros e com o mercado, além de atentar para o processo de transição de gerências bancárias, estabelecendo um ritual de transição para que a competência dos gestores torne-se uma competência organizacional. Os gestores também já começam a rever suas capacidades tradicionais, ampliando o sentido do trabalho para além de indicadores quantitativos, como a maximização de lucro para acionistas, mas avaliando seu trabalho também sob a ótica qualitativa, de forma a contribuírem para o desenvolvimento social, educacional e profissional das comunidades. É um novo gestor, que ultrapassa as fronteiras da organização, vai a campo e olha o seu entorno, descobrindo oportunidades de negócio que permeiam uma nova lógica de desenvolvimento, ancorada no desenvolvimento das regiões e de suas respectivas comunidades, de forma sustentável. É um gestor que também tem de transitar por áreas de conhecimento distintas de sua formação original, conhecendo áreas de negócios que até então não faziam parte de sua expertise, bem como as relações legais, trabalhistas e modo de produção nestas áreas.
Descrição
Palavras-chave
desenvolvimento de competências , desenvolvimento regional sustentável , gestores , instituição financeira pública , competencies development , regional sustainable development , managers , public financial institution
Citação