Show simple item record

dc.creatorEsteves, Hugo Cardosopt_BR
dc.date.accessioned2016-03-15T19:23:18Z
dc.date.accessioned2020-05-28T18:16:26Z
dc.date.available2009-11-30pt_BR
dc.date.available2020-05-28T18:16:26Z
dc.date.issued2009-10-23pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/26010
dc.description.abstractThis work aims to propose development strategies for indigenous small towns with strictly agricultural economy taking into account the various policy approaches to regional management of the State of Sao Paulo and the current needs of integration between the municipalities aimed at improving the quality of lives of local people and economic development of them and trying to reduce the environmental impacts caused by this development. Take will be based on the City of Itaberá located in the southwestern state of Sao Paulo, especially of the less developed regions of the country with social and economic indicators almost always below the state average. The analysis of these indicators will form an economic framework of local social, its competitive advantages of economic vocation of place and its limitations from a system based on occupation of large estates and often mechanized agribusiness. The major hypothesis of this study is that the social-economic integration of the region is only possible through the use of information grouped into social networks and knowledge taking into account the specific social, economic and cultural site, the huge amount of information lead us to believe that these digital networks should be since we live in an age where the speed and quantity of information are crucial factors in economic development. Notably in Brazil for regional economic imbalances so that knowledge networks can directly interfere with this process. Also addressed will be the regulation of this and other instruments of public management, concluding that such regulation is essential to articulate the local social actors in the quest for economic development cited.eng
dc.description.sponsorshipFundo Mackenzie de Pesquisapt_BR
dc.formatapplication/pdfpor
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectestratégias de desenvolvimento regionalpor
dc.subjectintegração regionalpor
dc.subjectredes organizacionaispor
dc.subjectredes sócio-técnicaspor
dc.subjectregional developmenteng
dc.subjectintegrationeng
dc.subjectorganizational networkseng
dc.titleDesafios para o desenvolvimento regional : o caso do município de Itaberá estado de São Paulopor
dc.typeDissertaçãopor
dc.publisher.departmentArquitetura e Urbanismopor
dc.publisher.programArquitetura e Urbanismopor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMOpor
dc.description.resumoEste trabalho visa relacionar e analisar criticamente estratégias de regionalização que vem sendo aplicadas com base em políticas públicas, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da Região Sudoeste do Estado de São Paulo, especialmente do Município de Itaberá. A partir desses conhecimentos, objetiva-se recomendar estratégias de desenvolvimento para municípios de pequeno porte, cuja economia é ainda fundamentada em base agrícola, mesmo que mediante a presença hoje do agronegócio. Para tanto, a metodologia adotada prevê o estudo de das diversas abordagens que fundamentam a política de gestão regional do Estado de São Paulo, e as necessidades atuais de integração entre os municípios. Objetiva-se compreender como é possível estimular a melhoria da qualidade de vida das populações locais e o desenvolvimento econômico dos municípios que se enquadram nessa categoria, procurando diminuir os impactos ambientais proporcionados por esse desenvolvimento. Tomar-se-á como objeto o Município de Itaberá localizado na região sudoeste do Estado de São Paulo, notadamente uma das regiões menos desenvolvidas do Estado, visão demonstrada a partir de indicadores sociais e econômicos que se mantêm quase sempre abaixo da média estadual. As análises desses indicadores permitirão formar um quadro econômico social do local, das suas vantagens competitivas decorrentes da vocação econômica do local e das suas limitações, causadas, entre outros fatores, pela ocupação territorial fundamentada em latifúndios e no agronegócio, quase sempre mecanizado. A hipótese fundamental é que a integração sócio-econômica dos municípios em escala regional somente é possível por meio da utilização de informações e instrumentos variados, articulados em complexos de ações capazes de desenhar redes de relações sociais e de conhecimentos, levando-se em conta as especificidades locais. A quantidade crescente de informações necessárias à gestão do território nos leva a crer que é possível recomendar estratégias reticulares, e que estas poderão se beneficiar das TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), e de sua natureza digital.por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0043074447574443por
dc.contributor.advisor1Abascal, Eunice Helena Sguizzardipt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2158833016113682por
dc.contributor.referee1Alvim, Angélica Aparecida Tanus Benattipt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3698530751056051por
dc.contributor.referee2Zahn, Carlos Eduardopt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2000837218202247por
dc.thumbnail.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/retrieve/2704/Hugo%20Cardoso%20Esteves.pdf.jpg*
dc.bitstream.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/448/1/Hugo%20Cardoso%20Esteves.pdf


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record