Show simple item record

dc.creatorD'Amico, Dino Enrico
dc.date.accessioned2020-04-07T16:49:06Z
dc.date.accessioned2020-05-28T18:07:03Z
dc.date.available2020-05-28T18:07:03Z
dc.date.issued2019-08-15
dc.identifier.citationD'AMICO, Dino Enrico. Investigações de anomalias ionosféricas pré-terremotos. 2019. 52 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Aplicações Geoespaciais) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.por
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/24144
dc.description.abstractElectromagnetic phenomena possibly associated with seismic activity have been reported in the scientific literature, including disturbances in the ionosphere and the magnetic field of the lithosphere. The purpose of this research is to investigate and identify the occurrence of ionospheric irregularities before earthquakes occur using total electron content (TEC) data obtained from Global Navigation Satellite System (GNSS) and data provided by INTERMAGNETIC (Geomagnetic Observatory Network) where magnetometers are used in soil, which allows to measure the intensity, direction, and direction of a magnetic field that is in its proximity. Earth's TEC and magnetic field anomalies have been observed several days before earthquakes, when they may be higher or lower than those obtained under normal conditions. In addition, gravity waves associated with seismic activity were also observed in TEC measurements, whose characterization is made by Wavelet (Morlet) analysis. Here are the results of the evaluation of ionospheric disturbances attributed to earthquake precursor effects of August 7, 2011, which was intensity 7 on the Richter scale, and whose epicenter occurred in Peru near the city of Pucallpa, almost on the Acre border in Brazil. The analysis of the data of the present research suggests ionospheric anomalies outside the normal daily TEC variability. The anomalous values found are ± 0.02 to 0.75 TECU out of wraps, these values have a duration of approximately 40 minutes to 8 hours, observed on day 19 until the earthquake event, suggesting a good correlation with evidence. previously reported in scientific papers on the subject, examples, in the Turkish earthquake in August 1999 with a magnitude of 7.4 on the Richter scale, where amplitude variations of up to 0.12 TECU in the TEC fluctuation intensity and duration were observed. about 1 to 5 hours out of daily variability and another example in the 2015 Nepal earthquake with a magnitude of 7.8 on the Richter scale with amplitude variations of 0.4 to 1 TECU lasting 40 minutes to 3 hours outside of normal daily variability. In the surface magnetic field data abnormal fluctuations were identified and showed correlation with the abnormal fluctuations of the observed days of the TEC, besides these observations, in the Wavelet analysis were identified possible gravity waves associated with earthquakes with periods of 8 to 15 minutes and with duration. do not exceed 50 minutes. The validation of the results for possible earthquake precursors occurs by comparing the oscillations detected by surface magnetic field magnetometers with the periods that occurred the anomalies in the VTEC envelope. The same procedure will be adopted for the oscillations detected by individual satellites during the periods. VTEC envelope anomalies occurred and were evaluated by Wavelet analysis.eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziepor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
dc.subjectionosferapor
dc.subjectconteúdo total elétrons (TEC)por
dc.subjectacoplamento litosfera-atmosfera-ionosferapor
dc.subjectclima sísmicopor
dc.titleInvestigações de anomalias ionosféricas pré-terremotospor
dc.typeDissertaçãopor
dc.publisher.departmentEscola de Engenharia Mackenzie (EE)por
dc.publisher.programCiências e Aplicações Geoespaciaispor
dc.publisher.initialsUPMpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICApor
dc.description.resumoFenômenos eletromagnéticos possivelmente associados às atividades sísmicas têm sido relatados na literatura científica, incluindo perturbações na ionosfera e no campo magnético da litosfera. O intuito desta pesquisa é investigar e identificar a ocorrência de irregularidades ionosféricas antes que os terremotos ocorram utilizando dados de conteúdo de elétrons totais (TEC) obtidos com sistema global de navegação por satélite (GNSS) e dados fornecidos pelo INTERMAGNETIC (Rede de observatórios geomagnéticos) onde são utilizados magnetômetros em solo, instrumento este que permite aferir a intensidade, direção, e sentido de um campo magnético que esteja em sua proximidade. Anomalias do TEC e do campo magnético da Terra têm sido observadas vários dias antes dos terremotos, quando podem apresentar um valor maior ou menor que os valores obtidos em condições normais. Além disso, as ondas de gravidade associadas à atividade sísmica também foram observadas nas medições do TEC, cuja caracterização é feita através da análise Wavelet (Morlet). Aqui são apresentados os resultados da avaliação de perturbações ionosféricas atribuídas a efeitos precursores do terremoto de 24 de agosto de 2011, que foi de intensidade 7 na escala Richter, e cujo epicentro ocorreu no Peru próximo a cidade de Pucallpa, quase na fronteira com o Acre no Brasil. A análise dos dados da presente pesquisa sugere anomalias ionosféricas fora da variabilidade diária normal do TEC. Os valores anômalos encontrados são de 0,02 a 0,75 TECU fora das envoltórias, este valores têm uma duração de aproximadamente 40 minutos até 8 horas, o que sugere uma boa correlação com evidências previamente relatadas em trabalhos científicos sobre o tema, exemplos, no terremoto da Turquia em agosto de 1999 de magnitude de 7,4 na escala Richter, onde foram observadas variações de amplitude de até 0,12 TECU na intensidade de flutuação do TEC e com duração de cerca de 1 a 5 horas fora da variabilidade diária e outro exemplo no terremoto do Nepal de 2015 com magnitude de 7,8 na escala Richter com variações de amplitude de 0,4 até 1 TECU com duração de 40 minutos a 3 horas fora da variabilidade diária normal. Nos dados do campo magnético superficial foram identificados flutuações anormais e mostrou correlação com as flutuações anormais dos dias observados do TEC, além dessas observações, na análise Wavelet foram identificadas possíveis ondas de gravidade associadas a terremotos com períodos de 8 a 15 minutos e com duração que não ultrapassam 50 minutos. Os resultados das investigações para possíveis precursores de terremotos se dá pelo confronto das oscilações detectadas por magnetômetros do campo magnético superficial com os períodos que ocorreram as anomalias na envoltória do VTEC, foi adotado o mesmo procedimento para as oscilações detectadas por satélites individuais durante os períodos que ocorreram as anomalias na envoltória do VTEC que foram avaliadas pela análise Wavelet.por
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6422181698419715por
dc.contributor.advisor1Correia, Emília
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1272123236892781por
dc.contributor.referee1Silva, Luciano
dc.contributor.referee2Takahashi, Hisao
dc.bitstream.urlhttp://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/4209/5/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Mestrado%20Dino%20Enrico%20D%27Amico.pdf
dc.keywordsionosphereeng
dc.keywordsTotal Electron Content (TEC)eng
dc.keywordslithosphere-atmosphere-ionosphere couplingeng
dc.keywordsseismic climateeng
dc.keywordsearthquakeseng


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Acesso Aberto
Except where otherwise noted, this item's license is described as Acesso Aberto