Show simple item record

dc.contributor.advisorGiancoli, Brunno Pandori
dc.contributor.authorNunes, Laura Luiza Rodriguez
dc.date.accessioned2019-10-30T19:52:18Z
dc.date.available2019-10-30T19:52:18Z
dc.identifier.urihttp://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20763
dc.description.abstractO presente artigo objetiva realizar um estudo de casos que envolveram discussões acerca da relação de consumo no que tange a publicidade enganosa e a sua aplicação ou não nos julgamentos dos casos selecionados que tiveram grande repercussão, conhecidos como “Uniesp Paga”. A publicidade engloba várias formas de persuadir o espectador-consumidor. Com a vasta concorrência experimentada no comércio em geral, a publicidade tornou-se um diferencial no tocante a atrair a atenção do consumidor ao que se pretende vender. Já a publicidade enganosa induz o consumidor a adquirir algo que iludido por falsas promessas, não o adquiriria se o fossem repassadas corretamente as informações acerca da “coisa” anunciada. Analisou-se onze processos de diferentes Comarcas e Varas do Estado de São Paulo e o que foi verificado aponta que a maioria dos julgadores entenderam não haver o dano narrado pelos estudantes no caso “Uniesp Paga”.pt_BR
dc.formatTextopt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Presbiteriana Mackenziept_BR
dc.subjectpublicidade enganosapt_BR
dc.subjectUniesp pagapt_BR
dc.subjectcódigo de defesa do consumidorpt_BR
dc.titlePublicidade enganosa: análise do caso "Uniesp paga"pt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.contributor.refereesMarineli, Marcelo Romão
dc.contributor.refereesPadin, Camila Ferrara
dc.publisher.departmentFaculdade de Direito (FD)pt_BR
dc.publisher.initialsUPMpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.date.qualified2019-06-13


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record