Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20646
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os estádios e as metrópoles contemporâneas: a produção arquitetônica no Brasil entre 2010 e 2016
Autor: Pelakauskas, Thiago Vidal
Primeiro orientador: Abascal, Eunice Helena Sguizzardi
Primeiro membro da banca: Guerra Neto, Abilio da Silva
Segundo membro da banca: Silva, Helena Aparecida Ayoub
Resumo: Esta dissertação aborda o cenário contemporâneo no qual metrópoles ao redor do globo disputam entre si o direito de sediar os chamados megaeventos – competições esportivas internacionais, grandes shows e espetáculos musicais etc – e têm como objeto de estudo os estádios – uma tipologia específica de edificação cuja função principal é acomodar esses eventos – bem como a relação de cada estádio com a cidade em que se insere. Tais eventos são utilizados como elementos indutores de intervenções urbanas ditas “necessárias”, como propagam os seus promotores, uma vez que sua realização pode potencializar a imagem simbólica da metrópole perante o meio internacional, além gerar uma movimentação efetiva de capital, ativando setores produtivos como a construção civil, o turismo, provendo também melhorias infraestruturais em aeroportos e rodovias, entre outros, gerando dessa maneira supostos “legados” para a cidade que sedia o megaevento. Portanto, trata-se de discutir os impactos provenientes dessas intervenções urbanas e arquitetônicas, buscando identificar quais seriam suas principais características. Assim, o trabalho está estruturado em seis partes: 1) definição dos procedimentos metodológicos; 2) histórico do futebol no Brasil e a consequente construção dos primeiros estádios, com ênfase na Copa do Mundo de futebol em 1950 e nos Jogos Pan-americanos de 1963 bem como num interlúdio, entre 1964 e 1999, quando houve uma produção intensiva de estádios emblemáticos; 3) uma análise dos jogos Pan-americanos de 2007 no Rio de Janeiro e o projeto de candidatura da cidade de São Paulo para os Jogos Olímpicos de 2012; 4) a disputa entre cidades e os estádios construídos ou reformados para sediar a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, com um estudo mais pormenorizado dos estádios do S. C. Corinthians e da S. E. Palmeiras na cidade de São Paulo; 5) os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 na cidade do Rio de Janeiro, com as disputas internas à cidade, observando-se a dicotomia entre projetos e obras construídas; 6) um apêndice, contendo análises complementares dos principais estádios citados neste trabalho.
Abstract: This dissertation addresses the contemporary scenario in which metropolises around the globe compete with each other for the right to host the so-called megaevents – international sports competitions, great spectacles and musical shows etc – and whose purpose is to study the stadiums - a specific typology of edification with the main function to accommodate these events - as well as the relationship of each stadium with the city in which it is inserted. These events are used as inducers of urban interventions called "necessary", as their promoters propagate, since their realization can enhance the symbolic image of the metropolis in the international environment, besides generating an effective movement of capital, activating productive sectors as civil construction, tourism, as well as infrastructural improvements in airports and highways, among others, thus generating supposed "legacies" for the city that hosts the megaevent. Therefore, the main issue is to discusse the impacts of these urban and architectural interventions, trying to identify what their main characteristics would be. Thus, the work is structured in six parts: 1) definition of methodological procedures; 2) the history of soccer in Brazil and the consequent construction of the first stadiums, with emphasis on the Soccer World Cup, in 1950, and the Pan American Games, in 1963, as well as an interlude, between 1964 and 1999, when there was an intensive production of emblematic stadiums; 3) an analysis of the 2007 Pan-American games in Rio de Janeiro, and the São Paulo city bid project for the 2012 Olympic Games; 4) the competition between cities and stadiums built or renovated to host the 2014 FIFA World Cup Brazil, with a more detailed study of the stadiums of S. Corinthians and S. E. Palmeiras in the city of São Paulo; 5) the 2016 Olympic and Paralympic Games in the city of Rio de Janeiro, with internal disputes at the city, observing the dichotomy between projects and buildings; 6) an appendix, containing complementary analyzes of the main stadiums cited in this work.
Palavras-chave: megaeventos;  copa do mundo;  jogos olímpicos;  projeto urbano;  estádios
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ARQUITETURA E URBANISMO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU)
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Citação: PELAKAUSKAS, Thiago Vidal. Os estádios e as metrópoles contemporâneas: a produção arquitetônica no Brasil entre 2010 e 2016. 321 f. Dissertação (Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/4074
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20646
Data de defesa: 22-Fev-2019
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/4074/5/Thiago%20Vidal%20Pelakauskas.pdf
Aparece nas coleções:Arquitetura e Urbanismo - Dissertação – FAU Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons