Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20263
Tipo do documento: Dissertação
Título: A redação no espaço escolar: redescobrindo caminhos
Autor: Mesquita, Ana Flávia Nejaim
Primeiro orientador: Brito, Regina Helena Pires
Primeiro membro da banca: Vasconcelos, Maria Lucia Marcondes Carvalho
Segundo membro da banca: Valle, Carmen Lúcia Bueno
Resumo: Ao analisar diversos problemas frequentes nas redações estudantis, muitos professores de Língua Portuguesa têm dificuldades de traçar estratégias que revertam o quadro encontrado, tanto no que diz respeito à articulação do conteúdo, quanto ao manejo dos recursos linguísticos que possibilitam a realização do texto. Tendo em vista a complexidade de tal cenário, nesta dissertação, desenvolveu-se um caminho didático-metodológico para o trabalho com redação em sala de aula. Para isso, aplicou-se uma sequência didática com uma turma de trinta e sete alunos, do 2ºEnsino Médio, de uma escola particular, localizada em Jacareí - SP. O objetivo principal desta pesquisa foi fazer com que os alunos se tornassem autoavaliadores de suas produções textuais, buscando-se, desse modo, assegurar o seu aprendizado por meio de um ensino contextualizado e reflexivo. Para alcançar esse objetivo, elaborou-se um quadro de categorias de análise, inspirado, principalmente, nos apontamentos feitos por Garcia (2010), em Comunicação em Prosa Moderna, obra basilar não apenas para a elaboração do quadro, como também para a análise dos resultados e para as reflexões geradas por eles. Por meio das categorias de análise, a professora responsável pela turma, no processo de correção, sinalizou ocorrências a fim de que, posteriormente, os alunos consultassem o quadro proposto e contabilizassem os itens mais frequentes em suas redações. Observa-se, assim, que esta pesquisa pode servir de paradigma para o processo de avaliação de redações nas escolas, onde, frequentemente, os professores atribuem notas aos textos dos alunos sem que estes compreendam e analisem os critérios utilizados em tal atribuição. Essa rota de ensino- aprendizagem foi traçada com base nos estudos desenvolvidos pela Linguística Textual, com destaque aos posicionamentos de Halliday e Hasan (1976), Beaugrande e Dressler (1996), Guimarães (1999), Antunes (2013) e Neves (2013); somados aos estudos concernentes ao ensino de redação, destacando-se os trabalhos de Rocco (1981), Val (1997), Hoffman (2002) Bernardo (2007/2010) e Pécora (2012). Por meio dessas vertentes teóricas, foi possível desenvolver um ponto de vista diferenciado para os problemas frequentes nas redações de alunos do Ensino Médio. Com isso, o sequenciamento das atividades visou à reflexão, fortemente amparada em uma perspectiva freireana, o que foi estimulado desde discussões em sala de aula, leituras de textos pertencentes a diferentes gêneros textuais, até, finalmente, a elaboração de uma redação dissertativa que contemplava o assunto “liberdade”. Ao se fazer uma análise detida desse processo, construiu-se a perspectiva do direito a uma escrita autorreflexiva, na qual os alunos, além de serem os autores, também são os críticos dos textos que produzem. Cabe à escola instrumentalizá-los para que realidades como essa se efetivem, formando, de tal modo, cidadãos do mundo, sujeitos atuantes na realidade sócio-histórica onde se inserem.
Abstract: When analyzing several problems frequently found in student writing, many teachers of Portuguese Language have difficulties in designing strategies to reverse the situation found, both in terms of the articulation of content and the management of the linguistic resources that make the text possible. Considering the complexity of such scenario, in this research, a didactic-methodological way was developed for the work on writing in classroom. For this, a didactic sequence was applied with a class of thirty-seven students, from the 2nd of High School, of a private school, situated in Jacareí - SP. The main purpose of this research was to make students become self-evaluators of their textual productions, with the aim to ensure their learning through a contextualized and reflective teaching. In order to achieve this objective, a framework of categories of analysis was elaborated, inspired mainly in the notes made by Garcia (2010), in Modern Prose Communication (our translation), an important work not only for the elaboration of the framework, but also for the analysis of the results and for the reflections generated by them. Through the categories of analysis, the teacher responsible for the class, during the correction process, signaled occurrences, so that the students later would consult the proposed table and, then, count the most frequent items in their essays. Therefore, it is observed that this research can serve as a paradigm for the process of evaluating writing in schools, where teachers often assign notes to students' texts, without their comprehension and analysis on the criteria used in such assignment. This teaching-learning route was based on studies developed by Textual Linguistics, with emphasis on the positions of Halliday and Hasan (1976), Beaugrande and Dressler (1996), Guimarães (1999), Antunes (2013) and Neves (2013); added to the studies concerning the teaching of writing, as the ones developed by Rocco (1981), Val (1997), Hoffman (2002) Bernardo (2007/2010) and Pécora (2012). Through these theoretical appointments, it was possible to develop a differentiated point of view for the usual problems in the writing of high school students. Thereby, the sequencing of the proposed activities aimed at the reflection, strongly supported in a Freirean perspective, which was stimulated by classroom discussions, readings of texts from different textual genres, and, finally, by the elaboration of an essay that contemplated the topic "freedom". By making a detailed analysis of this process, the perspective of the right to self-reflexive writing was built, in which the students, besides being the authors, also are the critics of the texts that they produce. It is the school responsibility to equip them so that realities such as these ones become effective, thus forming citizens of the world, individuals who act in the socio-historical reality where they are inserted.
Palavras-chave: redação;  ensino;  autoavaliação;  escrita;  Língua Portuguesa
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LINGUA PORTUGUESA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Comunicação e Letras (CCL)
Programa: Letras
Citação: MESQUITA, Ana Flávia Nejaim. A redação no espaço escolar: redescobrindo caminhos. 2018. 119 f. Dissertação (Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3921
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20263
Data de defesa: 17-Dez-2018
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3921/5/Ana%20Fl%C3%A1via%20Nejaim%20Mesquita.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Dissertações - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons