Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20253
Tipo do documento: Tese
Título: A expressão do significado concessivo no português brasileiro: as construções gramaticais na interface com padrões e sistemas cognitivos
Autor: Coneglian, André Vinicius Lopes
Primeiro orientador: Neves , Maria Helena de Moura
Primeiro membro da banca: Barros, Diana Luz Pessoa de
Segundo membro da banca: Hilgert, José Gaston
Terceiro membro da banca: Módolo, Marcelo
Quarto membro da banca: Antonio, Juliano Desiderato
Resumo: Neste trabalho, investiga-se a expressão da concessividade no português brasileiro contemporâneo, considerando-se a variedade e a diversidade dos meios pelos quais esse significado pode ser linguisticamente instanciado. O modelo teórico de exame é uma articulação entre cognitivismo e funcionalismo, que privilegia a multifuncionalidade dos expedientes linguísticos, a motivação sócio-cognitiva no estabelecimento das significações, e o interfaceamento entre os componentes sintático, semântico e pragmático. A orientação geral vai no sentido de explicitar a interface que os processos e os padrões cognitivos envolvidos nessa instanciação mantêm com a expressão linguística do significado instanciado. O córpus de análise compreende ocorrências de construções de concessividade em diversos gêneros textuais, sem que se fixe como objetivo do trabalho pesquisar especificamente as diferenças na expressão da concessividade nesses tipos de texto. Dentro desse quadro teórico-metodológico, propõese, neste trabalho, a distinção de dois grupos de construções de concessividade, no português: um primeiro grupo de construções convencionalizadas (as tradicionais construções complexas adverbiais), e um segundo grupo heterogêneo de construções não convencionalizadas (que abrangem desde construções de base causal até aquelas de base modal). O objetivo geral desta tese é descrever as propriedades sintáticas, semânticas e pragmáticas de construções gramaticais que instanciam o significado concessivo no português brasileiro. Nessa direção está abrigada a hipótese geral, que se confirma, de que as propriedades semânticas das construções de concessividade podem ser explicitadas a partir de domínios experienciais e de sistemas cognitivos esquemáticos, especialmente o “sistema de dinâmica de forças”. O balanço geral dos resultados deste trabalho sugere que: a) o estabelecimento de uma matriz semântica concessiva a partir de noções de dinâmica de forças revela as propriedades conceptuais que configuram essa zona de significações na linguagem; b) as propriedades semânticas ligadas à concessividade – como causa inoperante, condição insuficiente, quebra de expectativa, permanência de um estado – organizam-se e configuram-se a partir das relações que se estabelecem dentro do sistema de dinâmica de forças; c) o significado das construções de concessividade se obtém, afinal, do acionamento de esquemas globais ou parciais da matriz de concessividade.
Abstract: This dissertation investigates the expression of concessive meaning in contemporary Brazilian Portuguese, looking at the variety and diversity of means through which such meaning might be construed. The cognitive-functional framework adopted here puts focus on the multi-functionality of grammatical constructions, the sociocognitive motivation of meaning, and the interface between syntax, semantics and pragmatics. The general orientation of this study is to explicate the interface between cognitive patterns involved in the construction of grammatical meaning. The corpus of analysis is formed of utterance gathered from different sourced of actual language use. Within this broad theoretical-methodological framework, we propose a distinction between two constructional types for expressing concessiveness: a first group of conventionalized constructions (the traditional adverbial constructions), and a second group of non-conventionalized construction, which range in instantiation from causal to modal domains. The main goal of this dissertation is to provide a general description of the syntactic, semantic and pragmatic aspects of concessive constructions in Brazilian Portuguese. In this direction, the main hypothesis, that is confirmed throughout the work, is that the semantic properties of concessive constructions may be explicated in force dynamics terms. The general conclusions are: a) a concessive matrix provides the semantic properties that define the conceptual factors at play in construing concessive meaning; b) semantic properties of concessiveness, such as ineffective cause, insufficient condition, fall under force-dynamics systems; c) the meaning of concessive constructions is achieved by either accessing global or partial schemas of concessivity.
Palavras-chave: concessividade;  dinâmica de forças;  construção gramatical;  composicionalidade;  verbalização da experiência
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Comunicação e Letras (CCL)
Programa: Letras
Citação: CONEGLIAN, André Vinicius Lopes. A expressão do significado concessivo no português brasileiro: as construções gramaticais na interface com padrões e sistemas cognitivos. 2019. 125 f. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3971
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20253
Data de defesa: 12-Fev-2019
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3971/5/Andr%C3%A9%20Vinicius%20Coneglian.pdf
Aparece nas coleções:Letras - Teses - CCL Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons