Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20244
Tipo do documento: Dissertação
Título: Richard Shaull, um educador presbiteriano
Autor: Garcia Junior, Colez
Primeiro orientador: Mendes, Marcel
Primeiro membro da banca: Souza Neto, João Clemente de
Segundo membro da banca: Huff Júnior, Arnaldo Érico
Resumo: A pesquisa que deu origem ao presente trabalho se constitui a partir de um documento produzido por Richard Shaull, missionário da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos trabalhando no Brasil, quando o mesmo ocupou a vice-presidência do Instituto Mackenzie, em 1960-1961. Marcel Mendes, em seu livro Tempos de Transição (2016), menciona o documento, afirmando que o mesmo não havia sido ainda objeto de uma análise crítica. Propondo-se o presente trabalho a realizar tal análise, procura-se, a partir de tal documento, e levando em consideração toda a biografia cultural de Shaull, avaliar a sua contribuição pedagógica, vertente não tão explorada quanto a teológica nos trabalhos sobre o referido autor. Reconhecendo-se a ligação, descrita também como “porosidade”, em Shaull, entre teologia, missiologia, escatologia, pedagogia e sociologia, em verdadeira interdisciplinaridade, o trabalho procura mapear os “insights” de Shaull para a educação advindos de sua caminhada teológicomissionária. Ao construir tal mapeamento, parte-se do processo de formação do educador, prosseguindo com as suas experiências acadêmicas e missionárias, considerando o papel que desempenharam seus professores e seus alunos dentro da sua atuação como educador social. Qualificando-o como educador social em sua atuação, busca-se aproximar o seu trabalho do referencial teórico representado pela obra de Paulo Freire (1921-1997), educador brasileiro com quem Shaull se identifica. Prossegue-se, então, com a análise de dois documentos: a) o prólogo de Shaull à versão em inglês da obra A pedagogia do oprimido, de Paulo Freire; e b) o relatório de Shaull sobre o período em que ocupou a vice-presidência do Instituto Mackenzie. Encerra-se o trabalho procurando retomar os “insights” de Shaull identificados ao longo do texto e apontar, a partir deles, os caminhos que os mesmos abrem para uma atuação cristã orgânica na educação.
Abstract: The research that gave origin to the present work is constituted from a document produced by Richard Shaull, missionary of the Presbyterian Church of the United States working in Brazil, when he occupied the vice-presidency of the Mackenzie Institute, in 1960-1961. Marcel Mendes, in his book Tempos de Transição (Transition Times) (2016), mentions the document, stating that it had not yet been the object of a critical analysis. The present work is proposed to carry out such an analysis. From this document, and taking into account the whole cultural biography of Shaull, it is sought to evaluate its pedagogical contribution, not as explored as theological aspect in the works on the said author. Recognizing the connection, also described as "porosity" in Shaull, between theology, missiology, eschatology, pedagogy and sociology, in a true interdisciplinarity, the work seeks to map Shaull's insights to education from his theological-missionary journey. In constructing such mapping, one starts with the educator's formation process, continuing with his academic and missionary experiences, considering the role played by his teachers and his students in his role as a social educator. Qualifying him as a social educator in his work, he seeks to bring his work closer to the theoretical framework represented by the work of Paulo Freire (1921-1997), a Brazilian educator with whom Shaull identifies himself. It is followed by the analysis of two documents: a) Shaull's prologue to the English version of Paulo Freire's A pedagogia do oprimido (The Pedagogy of the Oppressed); and (b) the Shaull’s report on the period in which he held the vice-chair of the Mackenzie Institute. The work is concluded, seeking to return to Shaull's insights identified throughout the text and to point out, from them, the paths that open them to an organic Christian activity in education.
Palavras-chave: Richard Shaull;  teologia e educação;  educação social
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT)
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Citação: GARCIA JUNIOR, Colez. Richard Shaull, um educador presbiteriano. 2019. 150 f. Dissertação (Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3941
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/20244
Data de defesa: 5-Fev-2019
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3941/2/Colez%20%20Garcia%20Junior.pdf
Aparece nas coleções:Educação, Arte e História da Cultura - Dissertação - CEFT Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons