Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19781
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise do padrão dos movimentos oculares em uma multitarefa de busca visual em ambiente real e suas relações com as funções executivas
Autor: Jana, Tatiana Abrão
Primeiro orientador: Macedo, Elizeu Coutinho de
Primeiro membro da banca: Boggio, Paulo Sérgio
Segundo membro da banca: Dias, Natália Martins
Resumo: As funções executivas (FE) estão relacionadas com um conjunto de processos cognitivos que permitem ao indivíduo exercer controle e regular seus comportamentos frente as exigências e demandas do ambiente. Diferentes testes neuropsicológicos são usados para avaliar funções executivas. Contudo, verifica-se ainda que existem poucos estudos buscando validade ecológica em multitarefas realizadas em ambientes reais. O objetivo do estudo foi investigar o desempenho de jovens em uma multitarefa no ambiente real envolvendo diferentes componentes das FE, bem como verificar se os desempenhos nessas tarefas se relacionam com testes tradicionais usados para avaliar as FE. 48 universitários de ambos os sexos foram avaliados por meio de uma bateria de testes neuropsicológicos e escalas de rastreios. Em seguida, foram submetidos a uma situação real que envolvia a execução de multitarefas e resolução de problemas na busca de materiais em uma biblioteca. Foram conduzidas correlações de Spearman entre as medidas comportamentais da tarefa ecológica, os testes tradicionais e as escalas de rastreios. Os resultados mostraram correlações de baixa a moderada magnitude entre os escores de acerto, eficiência e omissão da Multitarefa com testes que avaliam flexibilidade cognitiva, sendo os maiores valores observados para os testes de atenção D2, Five Digits Test e Trail Making. Encontrou-se correlações de baixa a moderada magnitude entre o tempo e o número de fixações para leitura de instruções, busca de informações na estante e pegar livros. Além disso, também encontrou-se correlações entre as subescalas de flexibilidade cognitiva e autocontrole da BRIEF-A e o escore de acerto da Multitarefa. Análise de regressão linear mostrou que o número de acertos da subescala de autocontrole da BRIEF-A explica 8,6% do desempenho da multitarefa em ambiente real. Conclui-se que testes para avaliação da população neurológica geral e/ou psiquiátrica apresentam correlações de baixa e moderada magnitude com uma multitarefa, não sendo observadas relações significativas com o padrão dos movimentos oculares.
Abstract: The executive functions (FE) are related to a set of cognitive processes that allow the individual to exercise control and regulate their behaviors in front of the demands and demands of the environment. Different neuropsychological tests are used to evaluate executive functions. However, it is still verified that there are few studies seeking ecological validity in multitasking conducted in real environments. The objective of the study was to investigate the performance of young people in a multitasking in the real environment involving different components of the FE, as well as to verify if the performances in these tasks are related to traditional tests used to evaluate the FE. 48 college students of both genders were assessed using a battery of neuropsychological tests and screening scales. They then underwent a real situation involving the execution of multitasking and problem solving in the search of materials in a library. The analysis of Spearman correlations show low to moderate correlations between the scores of success, efficiency and omission of the Multitarefa with tests that evaluate cognitive flexibility, being the highest values were observed for the D2, Five Digits Test and Trail Making tests. We found low to moderate correlations between time and number of fixations for reading instructions, searching for information on the shelf and picking up books. In addition, we have also found correlations between the BRIEF-A cognitive flexibility and self-control subscales and the Multitasking support score. Linear regression analysis showed that the BRIEF-A hits, 8.6% of the correctness of the self-control subscale, explain better the non-performance multitasking in the real environment. The purpose of this study was to evaluate the usefulness of the test for the evaluation of the general and / or psychiatric neurological.
Palavras-chave: avaliação momentânea ecológica;  neuropsicologia;  validade
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA FISIOLOGICA::NEUROLOGIA, ELETROFISIOLOGIA E COMPORTAMENTO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Sigla da instituição: UPM
Departamento: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS)
Programa: Distúrbios do Desenvolvimento
Citação: JANA, Tatiana Abrão. Análise do padrão dos movimentos oculares em uma multitarefa de busca visual em ambiente real e suas relações com as funções executivas. 2018. 122 f. Dissertação (Distúrbios do Desenvolvimento) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/3500
http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/19781
Data de defesa: 20-Fev-2018
metadata.dc.bitstream.url: http://tede.mackenzie.br/jspui/bitstream/tede/3500/5/Tatiana%20Abr%C3%A3o%20Jana.pdf
Aparece nas coleções:Distúrbios do Desenvolvimento - Dissertações - CCBS Higienópolis

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons